26 Junho 2022, Domingo
- PUB -
InícioSociedade“Espero que a minha candidatura seja exemplo para outras mulheres”

“Espero que a minha candidatura seja exemplo para outras mulheres”

Empresária de sucesso. Adepta do Futebol Clube Barreirense desde a adolescência. Maria João de Figueiredo levanta a bandeira da gestão desportiva nas eleições do clube marcadas para 30 de Julho

 

- PUB -

A empresária barreirense, Maria João de Figueiredo é a primeira mulher candidata à presidência do Futebol Clube Barreirense em 108 anos de história.

Licenciada em Gestão de Empresas e Pós-graduada em Empreendedorismo e Gestão de Inovação, a candidata assume “uma grande paixão pelo clube”, no qual desempenhou o cargo de presidente do Conselho Fiscal do Clube durante o último mandato e, por duas vezes, ocupou lugar na mesa de assembleia.

Focada em “criar maior sustentabilidade financeira”, “incrementar o papel social do clube na comunidade”, assim como em desenvolver o trabalho das equipas femininas, de modo a contribuir para o crescimento dos jovens, Maria João de Figueiredo está confiante no resultado das eleições marcadas para 30 de Julho.

- PUB -

Em entrevista a O SETUBALENSE DIÁRIO DA REGIÃO, a candidata confessa que encarara a candidatura “com naturalidade”, tendo em conta que, a sua ligação ao clube é “longa e duradoura” e desvenda os planos traçados para o futuro que idealizou.

 

O SETUBALENSE – DIÁRIO DA REGIÃO – Como surgiu na sua vida a paixão pelo desporto?

- PUB -

Maria João de Figueiredo – O desporto faz parte integrante da minha vida desde a minha infância, começando pelo facto do meu avô e pai terem sido jogadores de futebol no Estoril. Naturalmente fui ganhando gosto pela practica desportiva, sendo o basquete a minha grande paixão. Com 15 anos não falhava um jogo no Barreirense e adorava a forma como era vivido e sentido o ambiente no pavilhão.

Esta paixão acabou por passar para os meus dois filhos, que também são jogadores de basquete no Futebol Clube Barreirense. O João Dias ganhou vários campeonatos nacionais e o Miguel Dias foi internacional, esteve no centro de alto rendimento e jogou na Liga em vários clubes.

 

De que modo a sua gestão pode marcar a diferença no Futebol Clube Barreirense?

MJF- Acredito que o sucesso das organizações passa pelas pessoas. É uma questão de manter a motivação, liderar pelo exemplo, potenciar as ferramentas certas e focar nos resultados.

Com base na minha experiência enquanto empresária, gestora e empreendedora, juntamente com uma equipa preparada e motivada, como a lista que me acompanha nesta candidatura, o clube tem condições para se reerguer a vários níveis.

Vamos apostar na formação e potenciar as diversas modalidades existentes. Aproximar e envolver o Barreiro com o Futebol Clube Barreirense, incrementar o papel social do clube na comunidade, fomentar o crescimento das equipas femininas e contribuir para o crescimento dos jovens.

 

A gestão associativa e desportiva também é um mundo de mulheres?

MJF – Com toda a certeza! É crescente e evidente o aumento do número mulheres envolvidas no desporto, como praticantes, promotoras e fomentadoras desta actividade, ao longo dos últimos anos.

Têm vindo a quebrar-se barreiras de género, apesar de ainda estamos longe de um cenário de igualdade. Mas já representamos cerca de 30% dos atletas federados, sendo também visível uma participação feminina mais activa nas áreas de gestão associativa, na condição de árbitras treinadoras e dirigentes. Em Portugal ainda é uma situação pouco comum, mas estamos no bom caminho, e espero que a minha candidatura possa servir de exemplo a muitas outras mulheres.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -