23 Setembro 2021, Quinta-feira
- PUB -
Início Sociedade “Estudar em Setúbal foi das melhores experiências que tive”

“Estudar em Setúbal foi das melhores experiências que tive”

Em entrevista, Andrew Luís Durães, fisioterapeuta da equipa de futsal do Sporting, fala sobre o seu percurso profissional e sobre a experiência que tem sido ser parte do clube de Alvalade

 

- PUB -

 

 

Andrew Luís Durães, de 28 anos, é o fisioterapeuta da equipa de futsal do Sporting Clube de Portugal. Quando a equipa venceu a UEFA Futsal Champions League, no final do mês de Abril, endereçou-lhe um especial agradecimento. O SETUBALENSE esteve à conversa com o fisioterapeuta do clube campeão europeu da modalidade de futsal, que estudou na Escola de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal e entretanto bateu asas para novos voos.

- PUB -

 

“O dia em que fomos campeões foi um daqueles dias que se ambiciona viver desde criança. Chegar a um grande palco, na maior competição de futsal, a nível de clubes, vencer, tocar e levantar um troféu de uma prova da UEFA. Isso era algo que apenas via na televisão enquanto crescia”, começa por dizer Andrew Luís Durães ao nosso jornal, acrescentando que é com o maior orgulho que vê o nome do Sporting na primeira edição da UEFA Futsal Champions League como primeiros vencedores desta taça e como a primeira equipa de futsal do SCP a ser campeã europeia. “O agradecimento a mim direccionado acredito que advenha do reconhecimento dos atletas perante a minha função, e de como os ajudo a obter os resultados que todos estabelecemos, sem esquecer o trabalho diário, a disponibilidade demonstrada e o entendimento que existe entre todos, numa equipa onde cada um tem o seu devido reconhecimento e importância”, considera o fisioterapeuta.

 

- PUB -

Fisioterapeuta leonino frisa gratidão à Escola de Saúde do IPS

Depois da escolaridade obrigatória feita, dada a sua paixão por desporto, e principalmente por futebol, Andrew decidiu candidatar-se para a licenciatura em Fisioterapia, na Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal, onde o sonho começou a tornar-se realidade. “Logo no primeiro ano da licenciatura, é comum os estudantes deslocarem-se a locais de intervenção de fisioterapia, e eu tive a sorte de poder visitar o Departamento de Futsal do Sporting Clube de Portugal, em 2008. Na altura o fisioterapeuta da equipa era o Pedro Estaço, que também é um diplomado da ESS/IPS”, conta, acrescentando que ficou “maravilhado” e  desejou “logo na altura, um dia poder estar naquele lugar”. No terceiro ano da licenciatura, teve a sua primeira experiência em contexto de intervenção numa equipa de futsal, na altura na equipa sénior d’Os Belenenses, com a orientação do fisioterapeuta André Viegas, diplomado da mesma casa. “Daí criaram-se excelentes relações, e no quarto ano pude aplicar o projecto final da licenciatura no seio da equipa de sub-20, com resultados positivos. A ESS/IPS foi, sem dúvida, essencial para a minha obtenção de competências, dadas as condições que me proporcionou. Sem as ligações que criei, não teria sido possível atingir o que já atingi até hoje, e por isso estou muito grato”. O fisioterapeuta refere ainda que “Setúbal foi a minha casa durante o período da licenciatura, onde passei momentos muito felizes, e cujas memórias carregarei até ao fim. Quando regresso a esses mesmos lugares, é como se as revivesse na íntegra. Foi mesmo das melhores experiências que tive”.

 

Da ESS/IPS ao Sporting

Depois de terminar a licenciatura, em 2014, começou a trabalhar na União Desportiva e Recreativa da Quinta do Conde. E, simultaneamente, trabalhou no Seixal Clube 1925. Em ambos os clubes assumiu desde cedo o papel de maior responsabilidade clínica. Em 2015, surgiu um convite do fisioterapeuta João Sagorro, que também estudou na ESS/IPS, que estava no Sporting Clube de Portugal na equipa sénior sob a tutela do fisioterapeuta Nuno Pinto, para assumir o acompanhamento da equipa de Sub-17, em 2015/16. Para Andrew, não era possível recusar o Sporting: “aceitei e integrei a estrutura a esse nível, tendo obtido resultados clínicos e desportivos muito positivos”. No final dessa época, João deixa uma vaga e é Andrew Luís Durães quem o substitui, para acompanhar a equipa sénior enquanto segundo fisioterapeuta a partir de 2016/17. “Seguiram-se duas épocas desportivas repletas de experiência e aprendizagem, com várias conquistas desportivas a nível nacional e as experiências a nível internacional”, recorda.

 

Mais recentemente, no início desta época, Nuno sai do clube e Andrew Luís Durães é o nome convidado para assumir o papel de fisioterapeuta principal, e coordenador, do Departamento de Futsal do Sporting Clube de Portugal. “Fiquei muito satisfeito com esta conquista e reconhecimento. Tinham-se volvidos dez anos desde a primeira vez que visitei Alvalade enquanto estudante do primeiro ano da licenciatura de fisioterapia, e tudo o que passei e vivi levou-me àquele momento”, declara. “Tenho a felicidade de estar a trabalhar com atletas de topo tanto a nível nacional como internacional, com vários campeões europeus a nível de seleções; uma equipa técnica altamente reconhecida a nível nacional e internacional; e uma estrutura directiva que apoia em todos os momentos, e garante que nada falta aos seus profissionais”, acrescenta, frisando que só “num ambiente de exigência máxima é possível atingir os objectivos a que nos propomos” e considerando que também por isso “hoje somos o clube campeão europeu da modalidade de futsal, após conquistarmos a UEFA Futsal Champions League no passado dia 28 de Abril”.

 

No que diz respeito a planos para o futuro, estes passam pela “consolidação do que já atingi, e de cimentar a minha posição na estrutura clínica do Sporting. Integro uma equipa multidisciplinar, e pretendo continuar a servir o Sporting Clube de Portugal e contribuir para mais glórias e conquistas, pois é disso que um clube grande vive”, sem nunca esquecer o desejo de um dia vir a abrir um espaço seu, dedicado à avaliação e reabilitação de atletas.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Burger King abre 12.° restaurante no Distrito de Setúbal

A marca Burger King aumentou para 12 o número de restaurantes que detém no Distrito de Setúbal, com a abertura de mais uma unidade...

Líder do PAN “engolida” por aficionados da festa brava no Montijo

Várias dezenas de elementos de tertúlias e grupos de forcados locais, entre outros, não pouparam nos assobios a Inês de Sousa Real e à...

Presidente da Fertagus diz que comboio até à Gare do Oriente depende do Estado

Ana Cristina Dourado afirma que a empresa tem objectivo de prolongar o serviço que termina na zona Roma-Areeiro
- PUB -