30 Novembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioRegionalOrçamento chumbado pela primeira vez em 44 anos

Orçamento chumbado pela primeira vez em 44 anos

PCP votou sozinho a favor

 

- PUB -

O orçamento para 2019 da Câmara do Seixal foi reprovado em assembleia municipal pela primeira vez em 44 anos de liderança comunista.

O Orçamento Municipal foi chumbado, na quinta-feira, com os votos contra do PS, PSD, PAN, CDS-PP e do presidente da Junta de Freguesia de Fernão Ferro, Carlos Reis (independente). O PCP foi o único partido a votar a favor deste documento, enquanto o Bloco de Esquerda absteve-se. A Assembleia Municipal é constituída por 13 deputados comunistas, 11 socialistas, quatro social-democratas, três bloquistas, um eleito pelo PAN, um pelo CDS-PP e quatro presidentes das juntas de freguesia do concelho.

“O presidente da câmara não procurou suficientemente os consensos necessários. De facto, a CDU teve durante 44 anos a maioria absoluta, mas agora isso passou e a forma de atuar tem que ser alterada, o que ainda não foi percecionado pelo PCP”, afirmou Samuel Cruz (PS) que acusou também o executivo de “não mostrar qualquer abertura às propostas da oposição”.

- PUB -

 

Em 25 de outubro, o município do Seixal aprovou, em reunião de câmara, um orçamento de 89 milhões de euros para o próximo ano, o que incluía um grande investimento na educação, com ampliação e requalificação de duas escolas, a renovação das redes de abastecimento de água e a construção de várias infraestruturas, como uma piscina municipal e um canil/gatil.

 

- PUB -

Joaquim Santos diz que maioria negativa prejudica concelho

 

O presidente da Câmara diz que o chumbo do Orçamento prejudica o desenvolvimento do concelho, mas garante que vai continuar o seu trabalho. “Esta aliança negativa, ao inviabilizar o aumento de 2,5 milhões de euros inscritos no orçamento de 2019, não só coloca constrangimentos a diversos investimentos, mas também nos salários e valorizações remuneratórias e contratação de novos trabalhadores, que com este voto contra ficam comprometidos”, referiu Joaquim Santos (CDU), em comunicado.

No documento, a autarquia frisou que, apesar dos “constrangimentos e dificuldades criadas pela aliança negativa”, vai continuar a consolidar o desenvolvimento económico e social do concelho.

Lusa

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Acidente na A2 junto a Palmela faz um morto e dois feridos ligeiros

Colisão entre dois veículos ligeiros ocorreu ao quilómetro 24.9 da Autoestrada 2. Vítima mortal tinha 42 anos
- PUB -