19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
PENSAR SETÚBAL: Vitória Futebol Clube: Campeão Nacional de Futebol Nacional da 3ª Divisão (Parte II)

PENSAR SETÚBAL: Vitória Futebol Clube: Campeão Nacional de Futebol Nacional da 3ª Divisão (Parte II)

PENSAR SETÚBAL: Vitória Futebol Clube: Campeão Nacional de Futebol Nacional da 3ª Divisão (Parte II)

Na semana transacta, dei gostosamente início à magnífica epopeia que tem sido o futebol feminino do Vitória Futebol Clube.

Para a realização destas crónicas contei com o inestimável apoio de Victor Conduto, coordenador do futebol feminino, Ricardo Vieira, treinador da equipa, bem como à directora de comunicação do Vitória, Filipa Lopes, a quem agradeço também publicamente.

- PUB -

O projecto inicial visava criar uma equipa de futebol feminino. Desde 2000 que existe a Escola de Futebol Feminino de Setúbal ( EFFS) e que formou ao longo dos sucessivos anos diversas atletas, algumas das quais actualmente se encontram no Sporting, Benfica e Braga.

Decorreram, entretanto, contactos entre o Vitória e a Câmara de Setúbal que somente tinha condições para apoiar uma equipa feminina.

Nesse sentido, em Abril de 2022, o Vitória e a EFFS acordaram com a criação de uma equipa sénior ficando esta com os escalões de formação.

- PUB -

David Leonardo, o actual presidente da Mesa da Assembleia Geral, bem como Joaquim Bravo, da EFFS, foram dos principais impulsionadores desta ideia. E daí que, em Junho de 2022, anunciou-se a formação de equipa sénior de futebol feminino, tendo entrado pela base da competição, ou seja, a 3ª Divisão.

Foi contactado Victor Conduto em virtude de possuir bastante experiência nessa área, nomeadamente na formação.

Victor Conduto começou a ter maior afinidade com o futebol feminino, quando iniciou o acompanhamento de sua filha Beatriz, em 2012.

- PUB -

A partir daí desenvolveu o gosto pelo futebol feminino, detectando as suas imensas potencialidades e que contribuia para projectar os clubes na sua dimensão social e desportiva.

Em 2018 iniciou um projecto no Palmelense com duas equipas, uma de juniores e outra de seniores.

Seguiu-se em 2020 o Amora, já na 1ª Divisão. Aí começou com 30 atletas na formação, tendo chegado a 80 durante dois anos.

Em 2022 recebeu um convite de Joaquim Bravo para orientar o futebol feminino de Setúbal ao nível da formação que aceitou em conjunto com a equipa sénior do Vitória, cujo objectivo era construir uma equipa para competir na 3 divisão.

Conhecia algumas atletas de valor que se encontravam sub- aproveitadas em diversos clubes.

E daí que deram início à competição na 3ª Divisão. A ideia era ter 80 % das atletas com idade entre os 18 os 21 anos.

Cumpriram-se essas premissas, tendo convidado o treinador  Ricardo Vieira, uma vez que encaixava no conceito pretendido.

Ricardo Vieira começou no futsal como treinador em 2013, tendo em 2014 rumado à Casa do Benfica do Seixal que jogavam nos distritais.

Manteve-se no futsal durante dois anos, após o que foi para adjunto da equipa sub-17 do Cova da Piedade. Em 2015-2016 concluiu o curso de treinador 1º nível.

Em 2016-2017 orientou a equipa sub-11 do Charneca da Caparica como treinador principal e em 2017-2018 a equipa sub-17 B dos Pescadores da Costa da Caparica.

O futebol feminino surgiu na sequência de uma conversa fortuita com um amigo, David Maside (filho do grande Rui Maside, um dos mais prestigiados defesas direitos do Vitória, nos tempos de Mallcom Allison), onde se manifestou esse interesse.

Em 2018-2019, David Maside convidou Ricardo Vieira para treinador principal do futebol feminino do Amora. Nesse ano, venceram a primeira edição da Taça de Setúbal.

Em 2020 -2021, Ricardo Vieira assumiu a liderança do R Power (Arrentela), tendo-se sagrado campeão nacional da 3º divisão.

Em 2021-2022, desenvolveu a actividade de treinador na EFFS e neste mesmo ano veio orientar o Vitória a convite de Victor Conduto.

Em boa-hora o fizeram.

O relacionamento entre Victor Conduto e Ricardo Vieira é muito bom, com ideias complementares e com uma grande empatia entre ambos, condições facilitadoras para um excelente desempenho, tal como veio a suceder.

Os resultados estão à vista de todos. Campeões Nacionais de Futebol Feminino da 3ª Divisão.

Para a próxima época, o objectivo passa por construir uma equipa competitiva e procurar sempre dignificar o Vitória Futebol Clube, sabendo que o grau de dificuldade é muito maior, com equipas como o Estoril, Amora, Benfica B e Sporting B.

Caros amigos Víctor Conduto e Ricardo Vieira; Podem sempre contar com este espaço de opinião para dar ao Futebol Feminino do Vitória Futebol Clube todo o destaque que indubitavelmente merece.

Um grande abraço e muitas felicidades.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -