23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Afinal, o que defendem os vereadores do PS e de que lado estão?

Afinal, o que defendem os vereadores do PS e de que lado estão?

Afinal, o que defendem os vereadores do PS e de que lado estão?

Confesso-me perplexo com a postura assumida pelos vereadores do PS na Câmara Municipal de Setúbal, sobre as sanções impostas pelo Município à empresa concessionária do estacionamento tarifado.

Ao longo deste mandato, os vereadores deste partido, liderados por Fernando José, sempre inconformados com a escolha eleitoral das populações do concelho, optaram por fazer uma oposição irresponsável e destrutiva.

- PUB -

O mesmo PS, que na década de 90, quando a cidade ainda não sofria a pressão automóvel com que hoje é confrontada, decidiu introduzir o estacionamento tarifado no centro da cidade, é agora o mesmo PS que, num paradigma de mobilidade em que domina o uso do automóvel individual, rejeita medidas profundas para devolver os passeios aos peões, garantir alguma rotatividade, permitir que os moradores possam ter estacionamento, num caminho de uma cidade mais saudável e ambientalmente sustentável.

Mais perplexos ficamos, quando o PS que esteve contra o alargamento do estacionamento tarifado e que, nos órgãos municipais exigiu que fossem tomadas medidas, agora que a gestão CDU na Câmara Municipal aplica sanções e promove alterações ao contrato de concessão, visando defender os interesses do município e das populações, é o mesmo PS que surge como advogado de defesa da empresa DataRede, apresentando em sessão pública de Câmara a contestação da empresa ao conjunto de factos imputados pela gestão CDU, relativos ao incumprimento do contrato.

Se quisermos ficar totalmente surpreendidos, é ver o PS que há umas semanas falava na necessidade de o município resolver o contrato desta concessão, dizer agora que vai apresentar propostas para a renegociação da mesma. Sobre ziguezagues, parece que estamos conversados.

- PUB -

Sim, a CDU considera que a forma como a empresa está a executar o contrato não corresponde ao acordado e, por isso, toma as medidas que legal e contratualmente tem ao seu dispor para exigir o cumprimento do contrato, defendendo os interesses do município e das populações, medidas que levaremos até às últimas consequências.

Reconheço que o PS, possa ter ficado desiludido com os seus resultados nas eleições de 10 de Março, mas isso não pode servir de justificação para mais de 20 anos de vazio de ideias e projetos para o concelho.

Entretanto, as populações de Setúbal, olhando para lá das frases vazias de uma oposição sem projeto, sabem que podem contar com a CDU para continuar a construir Mais Setúbal e a valorizar este território e as suas gentes.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -