12 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioOpiniãoNUTS II para Setúbal: uma boa notícia com muito para explicar

NUTS II para Setúbal: uma boa notícia com muito para explicar

A notícia de que o primeiro-ministro se compromete a propor a Bruxelas a criação de uma NUTS II para a Península de Setúbal é boa para a região, mas o momento e a forma como António Costa fez o anúncio deixam muitas dúvidas.

- PUB -

“Sabemos bem que a Península de Setúbal, sendo uma NUTS III, é fortemente penalizada por estar integrada numa NUTS II [Área Metropolitana de Lisboa], que a recoloca numa posição desfavorável designadamente no regime de apoios a grandes empresas ou na atractividade de fundos comunitários”, disse o primeiro-ministro.

Esta é a primeira questão por esclarecer. António Costa disse que a Península de Setúbal é uma NUTS III quando não é. Está integrada numa NUTS II e III que é a AML. Trata-se de uma declaração trapalhona? Parece ser o caso, mas, a ser assim, dá ideia que o primeiro-ministro tratou a questão pela rama, sem o estudo e rigor que deveria.

“No próximo mês de Fevereiro, precisamente para ultrapassarmos esta situação, Portugal irá solicitar que a Península de Setúbal deixe de ser uma NUTS III e passe a ser uma NUTS II para que no futuro não sofra uma penalização na sua atractividade e na mobilização seja dos mecanismos de apoios de Estado a grandes empresas seja para a atractividade fundos comunitários”, acrescentou António Costa.

- PUB -

E aqui está a parte mais ambígua da declaração. Diz que Portugal vai apresentar a proposta à União Europeia no mês de Fevereiro. Mas como? O prazo para que Portugal apresente essa proposta está a decorrer desde Agosto e termina precisamente a 1 de Fevereiro de 2022.

António Costa compromete-se a apresentar essa proposta no último dia do prazo? E porquê? Ou já há um acordo com Bruxelas quanto a este calendário? Sabendo-se que há eleições marcadas para dia 30 de Janeiro, o que quererá isto dizer?

O primeiro-ministro que está ainda em funções, e que já podia ter resolvido este assunto antes da actual crise política, propõe-se apresentar a proposta apenas em Fevereiro, porque não o quer fazer já e prefere deixar a iniciativa ao próximo governo?

- PUB -

A ser assim, não se vê como haverá tempo para isso. Um governo eleito a 30 de Janeiro não estará em funções a 1 de Fevereiro.Todas estas questões suscitam muitas dúvidas que obrigam a um esclarecimento por parte de António Costa.

O SETUBALENSE vai questionar o primeiro-ministro e continuar a procurar esclarecer este assunto. Como, aliás, tem feito nos últimos anos. Pela cronologia que publicamos (página 8) percebe-se que temos assumido a defesa desta causa.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -