10 Maio 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Opinião Síndrome do Túnel Cárpico: tratar antes que haja danos permanentes

Síndrome do Túnel Cárpico: tratar antes que haja danos permanentes

O síndrome do túnel cárpico é das patologias mais frequentes em Ortopedia, podendo ocorrer em qualquer pessoa, mas é mais comum em mulheres com idade superior a 40 anos. É das causas mais frequentes de consulta em Ortopedia na Clínica CUF Almada, na especialidade de Punho e Mão, e também de cirurgia, quer em doentes particulares, quer cobertos por seguros de saúde, ou, nos doentes com vale-cirurgia do Serviço Nacional de Saúde.

- PUB -

Na maioria dos doentes, a causa é desconhecida. No entanto, existem várias condições que predispõem a esta patologia, por exemplo: gravidez, doenças da tiróide, diabetes, artrite reumatóide e traumatismos ou fracturas do punho.

Esta patologia ocorre quando um nervo, chamado mediano, é comprimido ao nível do punho/palma da mão. O nervo e os tendões que dobram os dedos passam do antebraço para a mão através de um estreito túnel chamado túnel do carpo, localizado na palma da mão. Quando há uma acumulação de pressão neste túnel, o nervo pode ficar comprimido e podem surgir os sintomas.

Os sintomas mais comuns são formigueiros e dormência, principalmente do polegar até ao dedo anelar. Inicialmente são mais esporádicos, mas vão progredindo em intensidade. Com o passar do tempo, geralmente ocorrem mais à noite e o doente é, frequentemente, despertado do sono e tem que abanar as mãos para alívio dos sintomas. Em casos mais avançados, o polegar e os restantes dedos podem tornar-se fracos ou desajeitados e pode começar a deixar cair objectos da mão ou ter dificuldades em actividades que exijam destreza manual.

- PUB -

O diagnóstico é, essencialmente, clínico, feito com alguns testes durante a consulta médica. Em casos de dúvida, pode ser pedido um electromiograma.

No que respeita ao tratamento, este pode passar pelo uso de uma tala durante o período da noite, bem como por analgésicos, numa fase inicial em que os sintomas são ligeiros, inconstantes e incomodam pouco.

No último trimestre da gravidez, é comum surgirem queixas de síndrome do túnel cárpico, que normalmente se resolvem após o nascimento do bebé ou no decorrer dos meses seguintes.

- PUB -

A cirurgia é o tratamento mais comum e de regra para esta patologia, estando indicada quando as queixas são mais intensas, principalmente quando incomodam durante a noite.

Como esta patologia é progressiva e o nervo vai perdendo as suas capacidades, o objectivo é tratar antes que haja uma degradação permanente, por forma a reverter as queixas. Se o nervo já estiver muito danificado, a resolução das queixas poderá não ser total. Por isso mesmo, é importante alertar que mesmo em contexto de pandemia, no qual há pessoas com receio de ir a unidades de saúde, é importante não ignorar os sintomas e não adiar o tratamento. Saiba que os hospitais aplicam procedimentos e circuitos que promovem a segurança de todos.

O procedimento é feito em ambulatório, sem necessidade de internamento, demorando cerca de 10 minutos e o objectivo é descomprimir o nervo mediano.É estimulada, desde o início, a mobilização dos dedos e punho, bem como o uso da mão nas tarefas leves do dia-a-dia.Após os primeiros 15 dias, é retomada progressivamente a vida normal, devendo haver algum cuidado com esforços ou pesos acrescidos.

As queixas noturnas desaparecem, na maior parte das vezes, no dia da cirurgia. De notar que o resultado final pode, por vezes, ser apenas apreciado ao fim de alguns meses. Em geral, mais de 95% das pessoas ficam totalmente satisfeitos com o resultado. Contudo, podem ocorrer complicações, na maior parte dos casos ligeiras, sendo a mais frequente a dor na cicatriz, que tende a resolver-se com o tempo.

 

Ortopedista na Clínica CUF de Almada

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Sindicato não aceita aumentos de salários propostos pela administração da Autoeuropa

Administração da fábrica da Volkswagen em Palmela quer acordo que prevê aumentos salariais a três anos em função da taxa de inflação, sindicato contesta

Empresa dedicada à comercialização de canábis chega a Setúbal com nova unidade no parque BlueBiz

Espaço servirá para pós-colheita da planta medicinal. Produtora escolheu a cidade sadina “por possuir excelentes acessibilidades e oferecer flexibilidade nas suas instalações”   A empresa Clever...
- PUB -