20 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioOpiniãoEducação e Ensino em Tempo de Covid-19

Educação e Ensino em Tempo de Covid-19

Vivemos um momento inédito na história de Portugal, também no que respeita a Educação e Ensino, com a suspensão das atividades presenciais letivas e não letivas em todos os estabelecimentos de ensino, como medida (de entre outras) para controlar a propagação do novo coronavírus, responsável pela pandemia de Covid-19.

- PUB -

São diversos os fatores que condicionam o sucesso deste desafio que se coloca à Escola, aos alunos, às famílias e aos professores:
• A alteração das rotinas familiares.
• Algumas crianças e jovens precisam de apoio para realizar as atividades e, certamente, nem todas as famílias terão condições para o fazer (por falta de tempo, por estarem em teletrabalho, ou por não possuirem ferramentas, conhecimento e estratégias adequados).
• Os professores, estando em casa, trabalham de forma diferente, embora a maioria utilize as tecnologias em sala de aula, mas sempre sob a sua supervisão presencial.
• Na sala de aula é comum o professor reformular estratégias, muitas vezes por perceber, através de um simples olhar, as dificuldades dos alunos. Ensinar à distância não permite, no momento, ler nas entrelinhas as necessidades dos alunos.
• As escolas têm de utilizar diversas estratégias e meios. Algumas com sistema próprio; outras, através de aplicações, e-mails e até das redes sociais.
• A garantia da equidade, tarefa difícil, devido às assimetrias sociais das comunidades educativas.

Com vista à adaptação ao ensino à distância, o Ministério da Educação (ME) criou uma equipa de profissionais cujo objetivo é recolher e partilhar boas práticas que estejam a ser adotadas pelas escolas, bem como reunir as principais dificuldades que os professores estejam a sentir.

Para os pais/encarregados de educação, o ME lançou um vídeo, disponível em https://www.dge.mec.pt/noticias/covid-19-ministerio-da-educacao-lanca-video-com-conselhos-para-os-pais, com 10 conselhos sobre o acompanhamento de aulas em casa, que passam por: cumprimento dos horários estabelecidos pela escola, verificar se todos os trabalhos propostos são realizados, manter o contacto com os professores e diretores de turma, ajudar a identificar as dúvidas que os seus educandos pretendam colocar aos professores e promover outras atividades que os alunos consigam desenvolver em casa, como o exercício físico ou a leitura.

- PUB -

Estou certa de que, embora com dificuldades de diversa ordem, as famílias e os professores serão capazes de levar à prática novas formas de ensino-aprendizagem conducentes à formação integral das nossas crianças e jovens.

Acredito que este tempo de isolamento, pautado por medos e anseios, vai ensinar-nos muito, já que a pandemia proporciona-nos uma nova conjuntura de convívio, que vem revolucionar a forma como se estabelecem as relações familiares e sociais, permitindo-nos até repensar a nossa forma de vida.

Que cada um de nós faça o seu melhor e que consigamos ultrapassar este período com serenidade e positivismo, a fim de sairmos ilesos e fortalecidos.

- PUB -

Estamos juntos! Por Portugal!

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -