16 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSinesÁguas de Santo André investe 2,5M€ para tratar efluentes em Sines

Águas de Santo André investe 2,5M€ para tratar efluentes em Sines

Construção de novo emissário servirá para melhorar a resiliência do sistema de drenagem de água

 

- PUB -

A Águas de Santo André (AdSA) vai investir 2,5 milhões de euros na construção de um novo emissário, no concelho de Sines, para melhorar a resiliência do sistema de drenagem de água.

De acordo com a empresa, o concurso público para a “construção do novo emissário da Caixa da Barbuda à Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Ribeira de Moinhos” foi lançado na passada quinta-feira.

A empreitada, que tem “uma duração prevista de 270 dias”, visa tornar “o sistema mais resiliente”. Em declarações à agência Lusa, o presidente da AdSA, Luís Faisca, explicou que a obra vai permitir a separação do “efluente [industrial e urbano] de Sines” que, actualmente, “está a ser misturado numa única conduta até à ETAR” da Ribeira de Moinhos.

- PUB -

A construção de um novo emissário vai permitir que o efluente tenha “origens distintas”, adiantou o responsável. Com este investimento, indicou, a AdSA pretende “adequar o tratamento às características das cargas poluentes dos efluentes industriais e urbanos”.

Ainda de acordo com Luís Faísca, a empreitada, que terá início até ao final deste ano, permitirá “a renovação e inovação dos processos de tratamento” dos efluentes. “Em termos operacionais, a AdSA passa a garantir uma continuidade do serviço, uma vez que o sistema passa a funcionar em redundância, sendo este mais um factor de confiança para os investimentos previstos” para a Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS), acrescentou.

A empresa Águas de Santo André, com sede em Vila Nova de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém, é responsável pela gestão e exploração do Sistema de Santo André e assegura o abastecimento de água às populações dos concelhos de Sines e Santiago do Cacém, assim como a recolha e tratamento das águas residuais.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -