23 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSinesGalp duplica para 200 megawatts capacidade de produção de hidrogénio verde a...

Galp duplica para 200 megawatts capacidade de produção de hidrogénio verde a instalar em Sines

Empresa dobra ambição para o concelho, com projectos para dois electrolisadores de 100 megawatts cada

 

- PUB -

A Galp duplicou para 200 megawatts (MW) a capacidade de produção de hidrogénio verde a instalar em Sines, estimando uma decisão final de investimento até 2023, segundo a comunicação dos resultados de 2021, enviada ontem ao mercado.

Em Junho de 2021, no seu “Capital Markets Day”, a Galp dava conta de um só projecto de produção de hidrogénio verde em Sines, de 100 MW.

De acordo com a apresentação enviada ontem à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa duplicou a ambição para Sines, com projectos para dois electrolisadores de 100 MW cada, um deles em consórcio com outras empresas, incluindo a EDP.

- PUB -

Também em Sines, a Galp tem em curso um projecto-piloto de 2 MW para acelerar a fase de testes da tecnologia. Em entrevista à Lusa, em Novembro, o presidente executivo da Galp, Andy Brown, disse que a empresa via enorme potencial na área do hidrogénio verde, tendo estabelecido uma meta de 0,6 a 1 gigawatts (GW) de capacidade até ao final da década, passando por 100 megawatts (MW) em 2025.

“Acreditamos que podemos fazer o hidrogénio a partir de energia renovável como o hidrogénio verde para reduzir as emissões de CO2 [dióxido de carbono] e tornar os combustíveis que produzimos mais sustentáveis”, disse Andy Brown.

“Esse é o núcleo, mas o que queremos fazer é também ser capazes de abastecer camiões de transporte de carga pesada, autocarros dentro da infra-estrutura portuguesa, e queremos também trabalhar em parcerias sobre como podemos usar o bloco de construção principal de combustíveis como o amoníaco, como o metanol, como os combustíveis de aviação sustentáveis, porque acreditamos que o hidrogénio se tornará o novo núcleo desse sistema de energia de combustíveis”.

- PUB -

O CEO da Galp concluiu que Portugal, “com energias renováveis de baixo custo, tem esta oportunidade de ser muito forte e de ser líder nisso, e o Governo apoia muito isso”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -