10 Dezembro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalSinesTrabalhadores da EuroResinas em Sines iniciam greve de 10 dias

Trabalhadores da EuroResinas em Sines iniciam greve de 10 dias

Funcionários reivindicam “aumento dos salários”, “progressão das carreiras”, “eliminação da precariedade”, “seguro de saúde igual para todos” e “atribuição de subsídio transporte”. Amanhã concentram-se em protesto junto à porta da empresa

 

- PUB -

Os trabalhadores da EuroResinas, em Sines, entram em greve a partir da meia-noite de hoje. A paralisação vai prolongar-se até às 8 horas do próximo dia 12. Amanhã, os funcionários vão estar concentrados à porta da empresa, a reivindicarem melhores condições.

O protesto ficou decidido há cerca de duas semanas, revelou o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente Sul (SITE Sul). “Os trabalhadores da EuRoresinas, empresa do Grupo Sonae Arauco, em Sines, decidiram em plenário realizado no dia 22 de Outubro, avançar para a greve a todo o trabalho, entre as 0h00 de 3 de Novembro e as 8h00 de 12 de Novembro”, fez saber aquela estrutura sindical.

Em comunicado, o SITE Sul explica que em causa está “a luta pela defesa das justas propostas reivindicativas apresentadas”, como “aumento dos salários”, “progressão das carreiras”, “eliminação da precariedade”, “seguro de saúde igual para todos” e “atribuição de subsídio transporte”.

- PUB -

“Esta é uma luta que surge no seguimento da falta de respostas concretas por tarde da empresa. Não tendo, até ao presente momento, a administração da EuroResinas feito chegar junto do sindicato propostas concretas que visem responder às justas reivindicações dos trabalhadores, estes vão mostrar o seu descontentamento pela defesa das suas justas reivindicações”, adianta a estrutura sindical.

A concentração dos trabalhadores à porta da empresa está agendada para esta quarta-feira, a partir das 8 horas.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Militares da GNR raptados e agredidos na Costa da Caparica

Uma das vítimas sofreu ferimentos graves e está internada no Hospital Garcia de Orta. A PJ de Setúbal foi accionada e está a investigar o caso

Nova clínica da rede CUF abriu hoje portas no Montijo

Equipamento, construído de raiz, ocupa mais de 1 500 metros quadrados. Dá resposta a várias especialidades médicas e cirúrgicas

PSP apreende 8.500 petardos no Montijo

Autoridades informam que escola acusou o referido estabelecimento da venda de petardos a crianças
- PUB -