23 Setembro 2021, Quinta-feira
- PUB -
Início Local Sines Associação de Sines nasce para revitalizar e dar nova identidade ao comércio...

Associação de Sines nasce para revitalizar e dar nova identidade ao comércio local

Entre as principais iniciativas está a criação de uma imagem única para todas as lojas

 

- PUB -

A Associação de Comércio Local de Sines (ACLS) surge, em Janeiro, pela necessidade de dar a resposta necessária ao comércio local, que, de acordo com a sua presidente, Otília Costa, “sempre foi uma área fragilizada perante a actualidade que se veio a agravar na pandemia”.

Um conjunto de comerciantes uniu-se e formou a associação, que abrange o concelho de Sines e Porto Covo, “no sentido de realizar iniciativas que visam recuperar a dignidade do comércio local e projectá-lo numa recuperação que é urgente que aconteça a médio prazo”.

Neste momento, a associação encontra-se em campanha de angariação de associados. “Tendo em conta que surgimos em Janeiro, quando tudo estava fechado, só agora que os estabelecimentos começaram a reabrir é que conseguimos começar a estabelecer um contacto mais direito junto dos empresários”, diz.

- PUB -

“Estamos agora mais activos nesse sentido, com uma colaboradora a meio tempo na associação a fazer esse trabalho de rua, junto dos associados, e nós, membros da direcção, também o temos feito”, acrescenta”.

Em seguida, considera: “No final de Julho, inícios de Agosto, contamos que possamos alcançar os 100 associados, número que crescerá com o devido tempo”.

“Estes são processos que levam o seu tempo, o comércio local funciona mesmo assim, com o porta-a-porta e a necessidade de contacto directo. Paralelamente à nova era digital, temos sempre de fazer o acompanhamento ainda muito directo no porta-a-porta junto das pessoas”, reforça.

- PUB -

Parceria com o município impulsiona comunicação

Em parceria com a Câmara Municipal de Sines, a ACLS está a desenvolver a plataforma “compraremsines.pt”, uma espécie de loja online, da qual de forma gratuita todas as lojas ou empresas do comércio local podem fazer parte.

Também o lançamento de um cartão de fidelização para todo o comércio local do concelho de Sines está entre as iniciativas da associação, que devido à pandemia não estão a ser dinamizadas na sua totalidade.

Entre os objectivos da ACLS está a representação e comunicação do comércio local com a mesma imagem e com a mesma marca.

“Pretendemos fazer um conjunto de iniciativas que possam de alguma forma revitalizar o comércio local e dar-lhe uma identidade diferenciada da que tem hoje, porque só unidos podemos sobreviver”, explica.

“Temos ainda a médio prazo o objectivo de todas as lojas comunicarem com a mesma imagem. Todo o cliente que vá a qualquer loja do comércio local vai receber um saco igual”, conta.

“Fornecemos sacos aos nossos associados e alguns objectos de merchandising com a marca do comércio local de Sines e da associação”, explica.

No entender da presidente da associação de comércio local sineense, “é realmente difícil hoje em dia um comerciante poder fazer sacos personalizados, por exemplo, uma vez que obedece a quantidades”. “Através da associação é possível fazermos isso de forma uniformizada, para todos de igual forma, em papel kraft reciclado”, uma vez que “também a preocupação ecológica marca presença na actividade da associação, que actua tendo em vista a sustentabilidade”.

Otília Costa dá um exemplo: “em Setembro, pretendemos também associar-nos à Semana Europeia da Mobilidade”. O feedback recebido até ao momento tem sido muito positivo.

Na véspera de Santo António, em Junho, a ACLS distribuiu, em parceria com a Câmara Municipal de Sines, 2500 manjericos em 254 espaços comerciais e 105 manjericos a clientes do Mercado Municipal de Sines.

“Foi mais uma iniciativa de apoio à retoma da actividade do comércio local, na sequência do processo de desconfinamento, muito bem recebida. Os empresários locais dizem que já fazia falta alguém que os representasse”, partilha.

A associação funciona como “elo de ligação entre o comerciante e o poder local, extremamente importante para agilizar algumas situações”. “Gostamos de estar mais próximos e de aproximar também o município do comércio local”.

Com sede física no edifício do antigo Centro de Saúde de Sines, e atendimento permanente nos dias úteis de segunda a sexta-feira das 09 às 10 horas, a associação tem, entre os planos para o futuro, “e assim que a pandemia o permita”, dinamizar diversas actividades, entre as quais montras temáticas ao longo do ano.

Prentede, igualmente, reforçar a proximidade do associado, “levar a que esteja mais activo também e faça um trabalho diferenciador, sobretudo em relação às grandes superfícies”, de forma a dar ao cliente motivos e também vantagens de comprar no comércio local.

“Penso que temos todas as condições para fazermos um bom trabalho e sobretudo para que os nossos associados tenham resultados com a nossa actividade, é isso que se pretende acima de tudo”, remata.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Burger King abre 12.° restaurante no Distrito de Setúbal

A marca Burger King aumentou para 12 o número de restaurantes que detém no Distrito de Setúbal, com a abertura de mais uma unidade...

Líder do PAN “engolida” por aficionados da festa brava no Montijo

Várias dezenas de elementos de tertúlias e grupos de forcados locais, entre outros, não pouparam nos assobios a Inês de Sousa Real e à...

Presidente da Fertagus diz que comboio até à Gare do Oriente depende do Estado

Ana Cristina Dourado afirma que a empresa tem objectivo de prolongar o serviço que termina na zona Roma-Areeiro
- PUB -