12 Abril 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Sines Entrada directa no ranking deixa EmiÁtomo satisfeita mas não surpreende responsáveis

Entrada directa no ranking deixa EmiÁtomo satisfeita mas não surpreende responsáveis

No seio da empresa alentejana há um sentimento de justiça em relação ao exercício de 2019

 

- PUB -

A EmiÁtomo passou a figurar neste importante ranking das 500 Maiores Empresas do Distrito de Setúbal na 362ª posição. A O Setubalense, António Relvas, gerente operacional, mostrou “grande satisfação com a notícia. Acrescentando; “trabalhamos com o intuito de garantir serviços de excelência, a satisfação dos nossos clientes e dos trabalhadores, se a todos estes factores formos distinguidos é gratificante”.

O lugar no ranking, considera, “está relacionado com diversos factores”, por isso, “não existe razão para não acreditar que o lugar não seja justo”.

A subida no ranking diz, “é importante pelo reconhecimento dos nossos resultados e esforço, contudo continuamos a direccionar o nosso trabalho para a concretização dos objectivos propostos. Felizmente existem várias empresas com excelentes resultados e isso é muito benéfico para a região que, aos poucos, vai ganhando notoriedade.

- PUB -

A EmiÁtomo, assegura António Relvas, “tenta garantir a concretização de alguns factores, principalmente, um serviço de excelência, satisfação dos clientes e dos seus trabalhadores. No nosso ponto de vista, só assim é possível ganhar notoriedade no mercado em que actuamos e procurar novos mercados para combater as várias adversidades. Procuramos sempre realizar todos os trabalhos com qualidade, tentando garantir a satisfação de todos os intervenientes. Acreditamos que seja o conjunto de todos estes factores que leva a obtenção de resultados positivos e o reconhecimento do mesmo”.

A EmiÁtomo fundada em 2008 exerce a sua actividade em Portugal e no estrangeiro. Actua no sector industrial e está direccionada para as mais diversas unidades fabris, tais como, Refinarias, Tratamento de Águas, Indústria Mineira, Petroquímicas, Plataformas Offshore, Pasta & Papel, Indústria Alimentar e Produção de Energia.

O sucesso obtido na área do comissionamento e a oportunidade de analisar as necessidades das várias empresas onde desenvolveu o seu trabalho, impulsionaram a empresa a alargar o leque de intervenção para a manutenção. A EmiÁtomo é constituída por um grupo de técnicos especializados nas áreas de Electricidade, Instrumentação, Automação e Controlo, Mecânica, Detecção de Emissões, Segurança e Qualidade, capazes de responder com o máximo de eficiência e profissionalismo às necessidades dos projectos em fase de comissionamento, construção e manutenção.

- PUB -

No ano em que celebra o 12º aniversário, António Relvas, conta que muita coisa mudou com os patamares de excelência a aumentarem exponencialmente. “Actualmente é mais difícil, ao longo do tempo a concorrência tem crescido no mercado. No início, sendo a EmiÁtomo uma das poucas empresas a operar neste sector, permitiu um melhor equilíbrio entre o preço e o custo, possibilitando uma maior margem de lucro. Nos dias de hoje, com o aumento da concorrência, a diminuição dos preços e mantendo-se custos, por vezes superiores, a margem de lucro é reduzida. Cada vez mais é necessário garantir um serviço de qualidade para conseguir a diferenciação no mercado. Tem sido desta forma que tentamos responder às alterações do mercado nesta área de actividade, trabalhar para que o nome EmiÁtomo tenha destaque”.

Para o futuro próximo, o gerente garante que “a EmiÁtomo está focada em manter o serviço de excelência numa altura complicada onde praticamente todos os sectores estão a ser afectados. Procuramos diversificar os nossos serviços, entrar em outros mercados e garantir a satisfação os nossos clientes, bem como dos nossos trabalhadores, para continuar com os melhores resultados possíveis”.

 

- PUB -

Mais populares

Mercadona confirma supermercado no Montijo igual ao de Setúbal

Marca vai investir milhões de euros nos dois concelhos. Futuras superfícies comerciais vão ter 1 900 metros quadrados de área de venda   A expansão da...

Jovem setubalense morre em acidente de moto

Fábio Silva, conhecido por Pigóita, despistou-se junto ao cruzamento para Aldeia de Irmãos

Bateria da Raposa vai passar para o município para vigiar praias e reforçar combate a incêndios

O entendimento entre a Câmara de Almada e o Estado está a ser traçado para a bateria de costa na Mata Nacional dos Medos passar para a gestão da autarquia. Esta antiga estrutura militar vai ter novo uso estratégico de defesa
- PUB -