23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Selecção Nacional lança equipamento com semelhanças “inegáveis” ao do Vitória FC

Selecção Nacional lança equipamento com semelhanças “inegáveis” ao do Vitória FC

Selecção Nacional lança equipamento com semelhanças “inegáveis” ao do Vitória FC

Designer da camisola dos sadinos garante estar “lisonjeada” e realça que se trata de “pelo menos uma grande coincidência”

 

Foi no início desta temporada que o Vitória FC lançou o seu equipamento alternativo, inspirado nos azulejos que decoram todo o Mercado do Livramento, mas na passada segunda-feira, 18 de Março, a Selecção Nacional lançou a sua nova camisola oficial, e as semelhanças entre os equipamentos são “inegáveis”.

- PUB -

A designer responsável pela criação da camisola do Vitória FC, sublinha que fica “lisonjeada pela semelhança e pelas várias manifestações nas redes sociais nesse sentido”, mas ainda assim reforça que esta situação estamos “pelo menos perante uma grande coincidência”.

Sobre a camisola alternativa da Selecção Nacional e as parecenças com a do emblema sadino, Carolina Contreiras garante que são “inegáveis as semelhanças”.

“Se existiu inspiração ou não, só os designers da FPF e da Nike podem responder, mas fico lisonjeada pela semelhança e pelas várias manifestações nas redes sociais nesse sentido”, salientou, acrescentando que nesta situação estamos “pelo menos perante uma grande coincidência”.

- PUB -

Em declarações a O SETUBALENSE, a jovem artista mostra-se orgulhosa ao considerar que o trabalho que tem desenvolvido no Vitória tem tido “muita visibilidade e destaque”, algo que deixa a designer “muito feliz”.

“Faço o que posso para que a imagem do clube esteja ao nível das melhores e também aí se possa reerguer como merece”, remata.

Camisola para “reconquistar” quem se afastou do Bonfim

- PUB -

Quanto à criação desta camisola, Carolina esclarece que o clube sentiu a necessidade de “reconquistar” aqueles que se afastaram do Bonfim. A designer explica que o equipamento alternativo foi inspirado nos característicos azulejos que retractam as várias actividades económicas da cidade e que decoram todo o Mercado do Livramento.

Para nascer esta camisola, antes forma desenvolvidos cinco propostas diferentes, todas dentro da ideia inicial de ligar as camisolas à cidade. “As primeiras ideias surgiram no final de Março, mas foi um processo demorado, só em Junho é que ficou fechado e só no final de Julho é que fui à fábrica da Lacatoni fazer as rectificações finais e ver o produto ao vivo”, refere.

Relativamente à resposta dos sócios e adeptos à camisola, a designer garante que embora “ou se ame ou se odeie”, basta “olhar para as bancadas do Bonfim e perceber que são muitos os adeptos a envergar a camisola”, sendo que as vendas na loja “provam que foi uma aposta ganha”.

“Acho que as pessoas se identificaram e gostaram muito da proposta. Claro que houve reacções negativas também, de adeptos mais conservadores que associam a cor azul a outros clubes, mas a resposta generalizada foi muito positiva e temos recebido muitos elogios”, remata.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -