23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Qualidade dos cuidados de saúde sadinos discutida nos prémios GID

Qualidade dos cuidados de saúde sadinos discutida nos prémios GID

Qualidade dos cuidados de saúde sadinos discutida nos prémios GID

Pedro Pina preocupado com retenção de profissionais no centro hospitalar. Vereador diz que SNS vive “fase muito crítica”

 

Na cerimónia de entrega da sétima edição dos prémios atribuídos pelo Gabinete de Investigação e Desenvolvimento (GID) do Centro Hospitalar de Setúbal (CHS) foi destacada, pelo vereador da Saúde na câmara municipal, Pedro Pina, a importância da investigação para aumentar a qualidade dos cuidados de saúde e para a retenção de profissionais em Setúbal.

- PUB -

Os premiados da noite foram a médica Ana Leonor Parreira, do Serviço de Cardiologia, que conquistou o primeiro prémio, na categoria Artigo Original. Já os médicos Gonçalo Bonifácio, do Serviço de Neurologia, e Joana Seabra e André Silva, do Serviço de Cirurgia Geral, receberam o segundo prémio, na categoria Casos Clínicos, enquanto as médicas Ana Farinha, do Serviço de Nefrologia, e Joana Tinoco, do Serviço de Anestesiologia, foram contempladas com o terceiro prémio, na categoria Revisões.

Nesta cerimónia Pedro Pina considerou que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) vive uma “fase muito crítica”, pelo que “todas as estratégias” para “aumentar a qualidade dos cuidados prestados e, sobretudo, reter recursos humanos” são “muito acarinhadas e valorizadas” pela autarquia.

“Por razões várias, tem sido difícil que o nosso Centro Hospitalar muitas vezes consiga reter os talentos e a capacidade de tantos e de tantas excelentes profissionais que por aqui passam, fazem a sua formação, mas que, infelizmente, não ficam entre nós”, afirmou o autarca no Forte de Albarquel.

- PUB -

No entender do vereador sadino, é “um desafio muito interessante fortalecer ainda mais este tipo de parcerias”. Pedro Pina sublinhou que, da parte da edilidade, o centro hospitalar pode “contar com colaboração” e com “um olhar estratégico” que permita “aproveitar o que melhor Setúbal tem para dar”, tendo como objectivo que os profissionais formados no hospital permaneçam a trabalhar neste local.

Dignidade nos cuidados é “fundamental”

Para o autarca é “fundamental” a dignidade com que os cidadãos são cuidados. Nesse sentido, a câmara municipal mostra a sua preocupação com a “qualidade dos cuidados de saúde prestados, em particular aqueles que são garantidos no âmbito do SNS”, onde “à cabeça” estão o CHS e as unidades de saúde.

- PUB -

O vereador da Saúde acredita que o investimento em investigação e no conhecimento é “fundamental para robustecer e promover informação, sobretudo nas tomadas de decisão”.

Para o presidente do conselho de administração do CHS, Pedro Lopes, a investigação científica é uma “actividade nobre” do CHS que “dignifica o trabalho dos profissionais”, considerando-a como “uma área de extrema importância no desenvolvimento da instituição” e dos que nela trabalham.

Já o coordenador do GID, Filipe Seixo, enalteceu o crescimento que a investigação no CHS tem registado. O responsável revelou que neste momento estão em curso 22 estudos activos, “tanto observacionais como ensaios clínicos”, realçando que o número, neste último caso, é  quase três vezes superior ao que se registava há dois anos.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -