19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Ponto de Transição instalado na freguesia do Sado para ajudar a combater pobreza energética

Ponto de Transição instalado na freguesia do Sado para ajudar a combater pobreza energética

Ponto de Transição instalado na freguesia do Sado para ajudar a combater pobreza energética

Munícipes podem obter conselhos sobre formas de rentabilizar os consumos energéticos no contentor instalado junto à autarquia

 

O projecto-piloto “Ponto de Transição” está na freguesia do Sado para ajudar a população a combater a pobreza energética, disponibilizando conselhos “sobre formas de rentabilizar os consumos energéticos”.

- PUB -

Trata-se de um contentor instalado junto da sede da Junta de Freguesia do Sado, no qual os munícipes “que procuram aumentar a eficiência energética da sua habitação” podem obter ajuda de forma gratuita.

Em nota de Imprensa, a Câmara Municipal de Setúbal explica que, “para tal, é possível agendar uma avaliação energética, técnica e gratuita, à habitação no interior do contentor, a funcionar das 10 às 14 horas e das 15 às 18 horas, de segunda a sexta-feira, pelo endereço contacto@ponto-de-transicao.pt ou pelo telefone 925 260 049”.

Além de conselhos e esclarecimentos sobre formas de melhorar o conforto térmico e aumentar a eficiência energética das habitações, o Ponto de Transição ajuda as famílias a definirem estratégias para a redução das despesas com electricidade e gás, apontando financiamentos possíveis e auxiliando na submissão das respectivas candidaturas”. Além disso, facilita igualmente “avaliações energéticas gratuitas das habitações de maneira que possam ser identificadas oportunidades de melhoria”.

- PUB -

O projecto está a funcionar na freguesia do Sado desde quarta-feira, sendo que “esta é a segunda vez que Setúbal recebe o projecto desenvolvido pela Fundação Calouste Gulbenkian, em colaboração com a Câmara de Setúbal e a Junta do Sado”.

Isto tendo em conta que o contentor esteve instalado, “entre Fevereiro e Setembro de 2022, junto do Mercado 2 de Abril e na Avenida Luísa Todi”.

O Ponto de Transição, criado em parceria com a ENA – Agência e Ambiente da Arrábida, a RNAE – Associação das Agências de Energia e Ambiente e o Centro de Investigação em Ambiente e Sustentabilidade da Universidade Nova de Lisboa, “pretende dar uma resposta inovadora e de proximidade no combate à pobreza energética, promovendo o envolvimento dos cidadãos no caminho para a descarbonização”.

- PUB -

O projecto inclui três frentes de acção, que se destinam “a dotar a população de informação e ferramentas que permitam contribuir para que o país proceda a uma transição energética mais justa e eficiente e se alcance conforto térmico nas habitações”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -