23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Pedro Nuno Santos enaltece mérito dos “homens que se fazem ao mar” em Setúbal

Pedro Nuno Santos enaltece mérito dos “homens que se fazem ao mar” em Setúbal

Pedro Nuno Santos enaltece mérito dos “homens que se fazem ao mar” em Setúbal

Candidato a secretário-geral do PS defendeu, em visita à cidade, a necessidade de se dignificar o trabalho de todos

 

O candidato a secretário-geral do PS Pedro Nuno Santos defendeu em Setúbal a necessidade de se dignificar o trabalho de todos, de todas as profissões, dando enfâse aos pescadores, questionando a oposição ‘à direita’ se “os homens que se fazem ao mar em Setúbal não têm mérito”. O candidato reconheceu que nos últimos anos os salários do sector privado cresceram três vezes mais que os salários na administração pública e que “as consequências hoje são terríveis”.

- PUB -

Este encontro, que contou com mais de 350 apoiantes, no superlotado Cinema Charlot – Auditório Municipal, teve a presença de vários autarcas da região, como Carlos Albino, da Moita e Frederico Rosa, do Barreiro, de João Soares, da ministra da Habitação Marina Gonçalves, do ministro da Educação João Costa, do deputado André Pinotes Baptista, da coordenadora dos deputados do PS eleitos por Setúbal, Eurídice Pereira, mandatária da candidatura no distrito e dos vereadores do PS em Setúbal.

André Pinotes Batista mostrou-se, durante o seu discurso, confiante que Pedro Nuno Santos é a pessoa certa para liderar o partido, de modo que o mesmo possa continuar a progredir, enaltecendo que o candidato à liderança dos socialistas é um político “em que se pode confiar no poder de decisão”.

O deputado do PS terminou a sua intervenção ao garantir a Pedro Nuno Santos que o distrito sadino dar-lhe-á a vitória no próximo dia 15 de Dezembro. “Que bom é, olhar para esta casa e dizer-te que para já no dia 15 dar-te-emos uma grande vitória em Setúbal, mas sobretudo que este Setúbal inteiro, de socialistas inteiros está aqui para fazer de ti primeiro-ministro de Portugal”, reforçou.

- PUB -

Já Eurídice Pereira, mandatária da candidatura de Pedro Nuno Santos ao distrito, recordou que a região tem “marcas na sua história de labuta e de labor”, reforçando que o distrito “já deu muito a Portugal”. A coordenadora dos deputados do PS eleitos por Setúbal, realçou que os socialistas têm de “reconquistar o País”, considerando que o triunfo de Pedro Nuno Santos é um “passo basilar” neste processo.

 

Pedro Nuno Santos acusa PSD de “ultrapassar Chega pela direita”

- PUB -

A nível nacional, o candidato a secretário-geral defendeu a necessidade de se preservar o estado social e acusou o PSD de utilizar uma linguagem no Parlamento que “ultrapassou o Chega pela direita”.

“Nós assistimos [quarta-feira, no Parlamento] a um PSD com uma linguagem extremada, panfletária, hiperbólica” e, “do ponto de vista discursivo, a um PSD a ultrapassar o Chega pela direita”.

“Mas ao mesmo tempo que tem esta linguagem extremada, que pouco o diferencia do Chega, do seu parceiro não assumido, assistimos a um PSD desesperado por apresentar propostas que lhes garanta algum resultado eleitoral no dia 10 de Março. E é vê-los tentar provar, tentar mostrar, que farão diferente daquilo que sempre fizeram”, acrescentou.

Para Pedro Nuno Santos, o líder do PSD pode não se lembrar, mas está a fazer o mesmo que fez o ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, que prometeu não cortar salários nem pensões de reforma.

Com LUSA

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -