23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Paulo Raimundo quer travessia do “magnifico rio azul” no passe metropolitano

Paulo Raimundo quer travessia do “magnifico rio azul” no passe metropolitano

Paulo Raimundo quer travessia do “magnifico rio azul” no passe metropolitano

Em terra de “gente trabalhadora”, o secretário-geral do PCP exige redução do passe, com vista à gratuitidade

 

Num regresso a casa, Paulo Raimundo esteve na manhã de ontem na sua “terra de gente trabalhadora”, onde exigiu a inclusão da travessia do “magnifico rio azul” no passe metropolitano, assim como a redução do valor do passe intermodal de 40 para 20 euros, com vista a tornar os transportes gratuitos no futuro.

- PUB -

O secretário-geral do PCP esteve em campanha eleitoral na cidade de Setúbal, tendo discursado no Largo da Misericórdia, diante de cerca de meia centena de pessoas. Esteve também acompanhado pela cabeça-de-lista pelo distrito setubalense Paula Santos, que liderou a bancada parlamentar na última legislatura, e Bruno Dias (ambos eleitos em 2022 pelo distrito).

Após percorrer as ruas do centro histórico da cidade, Paulo Raimundo sublinhou que foi o número de deputados alcançado em 2015 a nível nacional [17 deputados] que “obrigou o PS a vir a essa medida extraordinariamente importante para a vida das pessoas”, indicando-a como “exemplo” da relevância do voto na CDU.

“Propusemos que a travessia deste magnífico rio azul fosse integrada no passe intermodal… o PS chumbou, como tinha chumbado as propostas lá atrás de redução para os 40 euros. Mas nós temos uma experiência adquirida: com a luta do nosso povo, dos utentes e a força que o povo nos der, o mesmo PS que rejeitou vai ser obrigado a vir aos 20 euros para o valor do passe e a incorporação da travessia do Sado no passe intermodal”, assegurou.

- PUB -

Na arruada pelas ruas sadinas, Paulo Raimundo colocou a mobilidade como centro das atenções do secretário-geral do PCP. O líder partidário exigiu a redução do valor do passe intermodal de 40 para 20 euros, com vista a tornar os transportes gratuitos no futuro.

“É preciso que dos 40 passem para os 20 euros o custo do passe, num caminho progressivo para a gratuitidade dos transportes”, afirmou Paulo Raimundo, diante de cerca de meia centena de pessoas no final da iniciativa comunista pela cidade sadina, sublinhando: “Esta é uma grande reivindicação”.

O líder comunista apelou à população da cidade onde cresceu para o voto na CDU, que junta PCP e PEV, ao reivindicar a redução do valor do passe para os 40 euros nos tempos da geringonça (2015-2019), como exemplo de uma conquista do partido.

- PUB -

“Para continuar tudo na mesma temos a experiência da maioria absoluta do PS. Não é também para voltar aos tempos sombrios da ‘troika’. O que está em decisão no dia 10 de Março é se temos mais ou menos força para impor aquilo que é preciso. Independentemente das nuvens que assombram a campanha, eu estou muito confiante que as pessoas vão dar um voto nos seus anseios e interesses, que é o mesmo que dar o voto na CDU”, frisou. Com LUSA

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -