9 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
PAN quer voltar a eleger em Setúbal para construir grupo parlamentar

PAN quer voltar a eleger em Setúbal para construir grupo parlamentar

PAN quer voltar a eleger em Setúbal para construir grupo parlamentar

Deputada única do partido pelas causas ecológicas esteve ontem no concelho para uma manhã de contactos com a população

 

A manhã começou com a visita a um mural de transporte de animais vivos, na Bela Vista, e culminou numa acção de contacto com a população no Mercado do Livramento. Foi este o
percurso feito por Inês Sousa Real, do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), que dedicou parte do dia de ontem ao concelho sadino.

Focada na região, e nos vários problemas que acabou por elencar no distrito, afirmando que o PAN tem algumas soluções para estes, a deputada única na Assembleia da República apelou ao voto dos cidadãos para voltar a eleger pelo círculo eleitoral de Setúbal. “Eu recordo que em 2019, o PAN conseguiu eleger no distrito de Setúbal e eu apelo a todas as pessoas que já votaram no PAN”. Contra a oposição adiantou ainda que não haverá diferenças em dar mais um deputado a outras duas forças políticas, apelando ao voto no PAN para que possam construir um grupo parlamentar. “Dar mais um ou outro deputado ao PS ou ao PSD não fará qualquer diferença, mas termos um grupo parlamentar faz toda a diferença para as causas que representamos”.

Ao invocar a conservação da natureza como uma das principais bandeiras do partido Inês Sousa Real lembrou alguns desafios, como o caso da abertura ao mar da Lagoa de Santo André, em Santiago do Cacém, uma questão sobre a qual já tinha tomado uma posição. “Sabemos que é um distrito que também tem muitos desafios do ponto de vista ambiental, sabemos que quer os aterros têm estado sobrelotados, também que, do ponto de vista da conservação da natureza, há uma série de projectos que põem em causa quer a orla costeira, em particular mais perto da Costa Vicentina, quer também do ponto de vista do usufruto de equipamentos, pondo em causa não apenas os valores ambientais, mas também a fruição social dos espaços públicos e, por isso mesmo, o PAN tem estado ao lado destas populações, como ainda nesta semana, na Lagoa de Santo André, onde fomos defender um património único”.

Assunto também trazido para cima da mesa, em declarações aos jornalistas à margem da acção de campanha, foi a concretização do novo aeroporto. Alcochete, afirma, não é solução, mas sem adiantar se a infra-estrutura devia ser edificada no Montijo ou em Beja adianta que deviam ser aproveitadas as bases já construídas, tecendo críticas às posições do PS e PSD sobre a matéria.

“Na questão do aeroporto nós temos aqui um exemplo crasso de uma política que quer o PS quer o PSD convergem na solução de Alcochete. Nós sabemos que não é esta a solução que mais beneficia a população, seja pelo ruído que vai ser produzido e os setubalenses têm que ser respeitados também nesta dimensão da sua qualidade de vida e, por outro lado, estamos a falar de investir mais de 12 mil milhões de euros num aeroporto, ao invés de aproveitar outras infra-estruturas já existentes que poderiam e deveriam servir a população em várias dimensões”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -