19 Maio 2024, Domingo

- PUB -
Palhavã e Ídolos da Praça ‘engrossam’ marchas de Setúbal em ano de novidades

Palhavã e Ídolos da Praça ‘engrossam’ marchas de Setúbal em ano de novidades

Palhavã e Ídolos da Praça ‘engrossam’ marchas de Setúbal em ano de novidades

Regresso da Palhavã e dos Ídolos da Praça aumenta marchas de seis para oito. O concurso volta a ser no Pavilhão das Manteigadas, mas em dois dias

 

As Marchas Populares de Setúbal 2024 vão ter mais duas colectividades do que no ano passado e várias novidades, como marchas infantis e o desfile a concurso repartido por dois dias, revelou o vereador da Cultura a O SETUBALENSE.

Com os regressos do Clube Recreativo da Palhavã, que não participou em 2023, e dos Ídolos da Praça, que não concorriam há vários anos, o desfile deste ano – marcado para 15 de Junho na Avenida Luísa Todi e para os dias 21 e 22 de Junho no Pavilhão das Manteigadas – vai contar com um total de oito marchas a concurso,

As outras seis marchas participantes são as que participaram no ano passado, nomeadamente, União Desportiva e Recreativa das Pontes, Núcleo dos Amigos Bairro Santos Nicolau, Grupo Desportivo ‘O Independente’, Grupo Desportivo Setubalense ‘Os 13’, Núcleo Bicross de Setúbal e União Cultural Recreativa e Desportiva Praiense.

Com o aumento do número de colectividades participantes e o reforço do apoio financeiro – que este ano é de 14.500 euros a cada uma, na integra em subsídio, quando no ano passado este montante contabilizava também o apoio logístico -, o vereador diz que, “depois da pandemia”, as Marchas de Setúbal estão a recuperar a dimensão de outros tempos.

“Temos vindo a recuperar e acreditamos que num futuro próximo teremos as dez marchas que são as previstas no regulamento”, diz Pedro Pina, para quem a edição deste ano constitui uma “particular satisfação”.

“Este ano é de uma particular satisfação para a câmara porque contraria o discurso que ia sendo alimentado pela oposição de que havia algum desinvestimento nas marchas. Isso não é verdade. Sempre fomos parte activa, estimulando para que as colectvidades se organizem e participem.”, refere.

O vereador acrescenta que a intenção do município é “valorizar as marchas que mantém a participação, mas também as que regressam”, e que considera esse regresso um “sinal de vitalidade do concurso”.

O desfile a concurso vai ser no Pavilhão das Manteigadas, com bilhete pago, como acontece há já dois anos. O preço ainda não está definido, mas será “similar” ao ano passado.

E o desfile a concurso vai ser em dois dias, atendendo ao número de machas. “Permite que o publico possa dividir-se e acompanhar a sua marcha mais de perto. É uma decisão tomada em articulação com as colectividades. No conjunto dos dois dias haverá lotação para cerca de 2500 a 3000 pessoas assistirem às marchas.”, explica Pedro Pina.

 

APPACDM e marchas infantis

Além das oito a concurso, o desfile deste ano vai ter duas marchas infantis extra-concurso, numa “lógica de continuidade da tradição”, assim como a já habitual participação da Marcha da APPACDM.

O vereador da Cultura que a da APPACDM é marcha “mais representativa dos valores que queremos para Setúbal, em que não fica ninguém para trás”, e recorda que a instituição beneficiou de um apoio “substantivo” do município há dois anos.

 

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -