23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Nova direcção quer “tudo fazer” para unir sector empresarial da região

Nova direcção quer “tudo fazer” para unir sector empresarial da região

Nova direcção quer “tudo fazer” para unir sector empresarial da região

Associação de Comerciantes garante lutar para proporcionar mais e melhores meios aos associados

 

Na tarde desta terça-feira os órgãos sociais da Associação do Comércio, Indústria, Serviços e Turismo do Distrito de Setúbal (ACISTDS) tomaram posse para o triénio 2024/2026. Com os olhos postos no digital e a sua importância no futuro, Isaú Maia, reconduzido na direcção da associação, está também preocupado com a instabilidade política vivida no País, reforçando o compromisso de “dignificar a associação e de tudo fazer para unir todo o sector empresarial da região”, lutando para “proporcionar mais e melhores meios aos associados”.

- PUB -

O líder reeleito relembrou o lema da lista que encabeçou às eleições para os órgãos sociais da associação para garantir que a direcção da ACISTDS vai “apostar na inovação, na partilha de conhecimentos e no estabelecimento de parcerias com diversas entidades” para dar resposta aos desafios que se colocam ao sector empresarial.

Após as eleições realizadas a 19 de Fevereiro, foram empossados, na sede da ACISTDS, os membros dos órgãos sociais, presididos por Isaú Alves Fialho da Maia, na Direcção, que foi reconduzido no cargo, Homero Gonçalves Videira, na Assembleia Geral, e Maria do Amparo Peixoto Guedes, no Conselho Fiscal.

O presidente da direcção afirmou, em declarações a O SETUBALENSE, que apesar de um mau começo no mandato anterior, devido à pandemia, este permitiu que aprendesse “como gerir em grandes dificuldades”. “Foi despoletada uma dinâmica diferente ao nível do digital que nos serve de ferramenta neste momento para apetrechar os nossos associados e para lhes dar alguma motivação quanto ao progresso das suas empresas no futuro”, destacou.

- PUB -

Para o líder da direcção é indispensável que as pequenas empresas tenham uma aprendizagem ao nível do digital, de modo a não serem “analfabetos do futuro”. “Podemos ter um Marketplace, para vendas online e favorecer qualquer pequena empresa que não tem e que está privada de o fazer actualmente, por falta de conhecimento a nível digital, portanto, é muito importante para o futuro”, referiu.

Além de Homero Gonçalves Videira, na Assembleia Geral estão agora, Vítor Manuel, Jorge Lourenço e José Cristino, como vice-presidente, 1.º e 2.º secretário, respectivamente.

O Conselho Fiscal é liderado por Maria Guedes, tendo como vice-presidente José Santos, e Abel Pereira, Hugo Neves e Agostinho Santos, nos papéis de relator, 1.º e 2.º vogal, respectivamente.

- PUB -

Quanto à direcção liderada por Isaú Maia, na vice-presidência está Pedro Conceição, e Paulo Torres e Carlos Matos como tesoureiro e secretário, respectivamente.

No evento, tomaram, igualmente, posse as comissões directivas de Alcácer do Sal, Almada, Montijo, Santiago do Cacém e Sines, Seixal, Sesimbra e Setúbal/Palmela.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -