14 Junho 2024, Sexta-feira

- PUB -
Município debate participação cultural de pessoas com deficiência

Município debate participação cultural de pessoas com deficiência

Município debate participação cultural de pessoas com deficiência

Relação das deficiências com dinâmicas de participação em análise na próxima segunda-feira

 

A relação das deficiências e incapacidades com as dinâmicas de participação e de oferta cultural estará em análise, num seminário organizado pelo município sadino. Este encontro, que se realiza na próxima segunda- -feira, dia 19, tem início às 09h30 com uma sessão de abertura com a intervenção do presidente do município, André Martins.

- PUB -

O evento, que se realiza no Fórum Luísa Todi, no âmbito do projecto municipal Setúbal – Cultura Sem Barreiras, tem, às 10h00, a conferência de abertura com as participações de António Ângelo Vasconcelos, do Instituto Politécnico de Setúbal, que aborda o tema “A Arte e a Cultura como Inclusão”, e da chefe da Divisão de Cultura da Câmara Municipal, Mónica Duarte, que apresenta a estratégia municipal para a cultura.

O primeiro painel tem início marcado para as 11h15, tendo como tema os “Equipamentos Culturais Acessíveis”. As intervenções ficam a cargo de Alexandre Pais, do Museu Nacional do Azulejo, de Nuno Santos, do Teatro São Luiz Lisboa, e de Vanda Rocha, da Câmara Municipal de Setúbal. Já no período da tarde, pelas 14h00, apresenta-se o painel “O que se Faz por Aí”, moderado pela psicóloga Júlia Vinhas, do Grupo Concelhio para as Deficiências e Incapacidades de Setúbal. Neste período serão apresentados projectos de cultura inclusiva, designadamente, o trabalho desenvolvido pela APPACDM Setúbal por Beatriz Valente Nunes, “Palavras que Ferem”, de Paula Moita, e o “Projecto Manicómio”.

O final deste seminário chega com a sessão de encerramento, a partir das 16h30, que terá uma demonstração do projecto “Dança 55 +”. Esta iniciativa, que resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal e a Associação Oridanza – Cultura em movimento, antecede a apresentação da curta-metragem “Madalena” e a intervenção do vereador com o pelouro dos Direitos Sociais, Pedro Pina. Em nota de Imprensa, a autarquia explica que este seminário integra o projecto Setúbal – Cultura Sem Barreiras, que resulta de uma candidatura da autarquia aprovada pelo POR Lisboa 2020 – Programa Operacional Regional Lisboa 2020, enquadrada no eixo prioritário “Promover a inclusão social e combater a pobreza e a discriminação”, com um investimento superior a 500 mil euros, comparticipado com uma taxa de 50 por cento pelo Fundo Social Europeu.

- PUB -

O objectivo do projecto Setúbal – Cultura Sem Barreiras é a “criação de condições para pessoas com diversos tipos de deficiência” poderem usufruir “em pleno” de equipamentos culturais.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -