23 Julho 2024, Terça-feira

- PUB -
Ministério Público acusa mãe de Jéssica de homicídio

Ministério Público acusa mãe de Jéssica de homicídio

Ministério Público acusa mãe de Jéssica de homicídio

Membros da família suspeita de sequestrar a menor foram acusados de violação e de tráfico de estupefacientes

 

O Ministério Público acusou hoje a mãe de Jéssica, a menina de três anos morta em Setúbal em Junho último, de homicídio qualificado e de ofensas à integridade física.

- PUB -

No que diz respeito a Cristina (Tita), o marido Justo e a filha do casal, Esmeralda, estes foram “acusados da prática, em co-autoria, de um crime de homicídio qualificado, três crimes de rapto, dois deles de rapto agravado, e dois crimes de ofensa à integridade física qualidade”.

Os membros da família suspeita de sequestrar a criança “foram igualmente acusados, juntamente com um quarto arguido, da prática, em co-autoria, de um crime de tráfico de estupefacientes agravado e de um crime de violação agravado”.

A investigação apurou que Jéssica era usada para traficar droga pelo casal que é suspeito de a ter espancado até à morte. A droga seria escondida na fralda que a menina usava quando faleceu e foi submetida a análises, com os resultados a acusaram vestígios de cocaína.

- PUB -

Para o Ministério Público, a menina podia ter sobrevivido se, ao invés de ser levada para casa onde acabou por agonizar e morrer, a sua mãe, Inês Paulo, a tivesse levado de imediato para o hospital quando a recuperou, depois de uma semana em que a criança sofreu espancamentos brutais.

A menina morreu em casa a 20 de Junho. E a versão em relação às causas para o ato de que foi alvo é agora outra: uma dívida que a mãe não conseguia pagar e que estava relacionada com droga, e não com prestação de serviços de “bruxaria”, como Inês contou inicialmente à Polícia Judiciária.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -