19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Medalhas de honra de Setúbal geram nova polémica entre PS e CDU

Medalhas de honra de Setúbal geram nova polémica entre PS e CDU

Medalhas de honra de Setúbal geram nova polémica entre PS e CDU

Lista de entidades para as 41 medalhas foi aprovada por unanimidade, mas depois o PS fez questão de tornar públicos os nomes que apresentou. A CDU, através de André Martins e Pedro Pina, acusa os socialistas de oportunismo

 

Os nomes das pessoas e entidades a quem vão ser atribuídas, este ano, as medalhas honoríficas da cidade de Setúbal foram aprovados na semana passada, em reunião pública da câmara municipal, mas voltaram a gerar desentendimento entre o Partido Socialista (PS) e a Coligação Democrática-Unitária (CDU).

- PUB -

Depois de votados, e aprovados por unanimidade, os nomes das personalidades que serão distinguidas com a medalha de honra no Dia de Bocage – 15 de Setembro – os vereadores eleitos pelo Partido Socialista na Câmara Municipal de Setúbal revelaram, em nota de Imprensa enviada à redacção de O SETUBALENSE, os nomes da proposta que apresentaram.

As quase duas dezenas de nomes propostos pelos socialistas estão incluídas na lista dos 41 distinguidos que acabaram aprovados por todo o executivo camarário. No comunicado o PS informa que “em 2022 apresentaram uma proposta autónoma, contribuíram com a indicação de diversas personalidades para a formulação de uma proposta conjunta”.

CDU contesta conduta do PS

- PUB -

As revelações dos nomes propostos por parte do PS não caíram bem a André Martins, presidente da Câmara Municipal de Setúbal, que numa publicação na rede social Facebook criticou a actuação dos socialistas sadinos.

“Acima dos interesses do concelho, o PS coloca, como sempre faz, os interesses partidários, ignorando compromissos, tudo para obter um ganho fugaz que apenas mostra a desorientação que tomou conta daquela organização”.

O autarca fala em “apropriação” da proposta por parte da oposição e adianta que os nomes votados foram favoráveis a todas as bancadas.

- PUB -

“Todos estivemos de acordo com aqueles nomes e todos até proporíamos muitos deles e, por isso, o que acordámos foi precisamente fazer uma proposta única, o que o vereador Vítor Ferreira, do PS, até destacou na reunião de câmara em que se votaram estes nomes por unanimidade. A estrutura setubalense do PS não resistiu, contudo, a apropriar-se do que é uma proposta conjunta e consensual e quis vir publicamente reclamar a sua paternidade”.

Pedro Pina fala em oportunismo político

“É desconcertante esta forma de fazer política que de facto degrada a democracia e que em nada contribui para o momento que se pretende que seja dignificado e que não seja partidarizado como aquilo que o Partido Socialista agora com este comunicado, acaba por fazer”.

São estas as palavras de Pedro Pina, vereador na Câmara Municipal de Setúbal, para descrever o que foi o comunicado do Partido Socialista. Em declarações à PopularFM o autarca explica que a unanimidade na escolha dos nomes para a atribuição de medalhas foi garantida pelo executivo, que chegou à fala com todas as bancadas com representação autárquica.

“Não é verdade que todos os nomes que ali foram nomes propostos em exclusivo do Partido Socialista, houve preocupação, por parte do executivo municipal, e por mim próprio, de falar com os vereadores do PS, com a bancada do Partido Social-Democrata, na pessoa do vereador Fernando Negrão, e o que se tentou foi encontrar um conjunto de personalidades que cada uma das bancadas proporia e, neste sentido, fazer uma proposta única”.

Pedro Pina usa as palavras “oportunismo político” e “traição” para descrever o comunicado que os socialistas tornaram público depois da reunião pública do executivo na passada quinta-feira.

“Se o PS tinha esta intenção de vir a público dar nota dos seus nomes, deveria tê-lo feito à cabeça, e não havia necessidade de se ter consertada uma proposta conjunta (…) Isto é não só de um oportunismo político, eu diria mesmo que até é uma traição no sentido daquilo que estava consertado, quer com executivo municipal, quer naquilo que eu próprio tive oportunidade de anunciar em reunião com o vereador Fernando José, no sentido de consertar com  o Partido Socialista, um conjunto de nomes que depois vêm a ser denunciados dizendo que estes são os nossos”.

Conheça as figuras distinguidas

A autarquia sadina vai entregar, no próximo dia 15 de Setembro, um total de 41 medalhas de honra da cidade a personalidades e instituições que se destacam nas mais variadas áreas de actuação.

Medalha de Prata: Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra

Medalha de Honra da Cidade na Classe Actividades Culturais: Luís Aleluia, a título póstumo, Livraria Culsete, João Samina, Carlos Pinto, António Aleixo, Artur Jordão, António Simões da Silva, Acácio José, Carlos Lopes, Jorge Moreira e Fernando Malão.

Medalha de Honra da Cidade na Classe Ciência e Tecnologia: Alcobia Portugal, António Borregana, Maria Tomé Guerreiro e Jaime Forreta, a título póstumo, a par dos projectos Guardiãs do Mar e Ocean Alive.

Medalha de Honra da Cidade na Classe Desporto: Danilo Ferreira, José Semedo, José Branco “Zequinha” e Maria Virgínia Gomes.

Medalha de Honra da Cidade na Classe Associativismo e Sindicalismo: Maria Helena de Mattos, Gil Figueira, Clube Cultural, Desportivo e Recreativo das Curvas, Associação Desportiva de Aikido de Setúbal, EAPN – Núcleo Distrital de Setúbal, Associação de Professores e Amigos das Crianças do Casal das Figueiras, Refood, Movimento Escola Moderna e Clube Desportivo e Recreativo “Águias de São Gabriel”.

Medalha de Honra da Cidade na Classe Paz e Liberdade: Manuel Arrábida “Chefe Arrábida” e a Horizonte dos Reis Rosa “Chefe Horizonte”, ambos a título póstumo, a Rosa Maria Antunes e a António Bastos.

Medalha de Honra da Cidade na Classe Turismo: Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal e a Sofia Soares Franco.

Medalha de Honra da Cidade na Classe Comércio: Restaurante Casa Santiago, à Adega Leo do Choco e ao restaurante Carnes do Convento

Medalha de Honra da Cidade na Classe Indústria: Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal e a Bracal.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -