19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Hospital de São Bernardo celebra 64 anos ao serviço da população

Hospital de São Bernardo celebra 64 anos ao serviço da população

Hospital de São Bernardo celebra 64 anos ao serviço da população

Hastear da bandeira e homenagem aos colaboradores com mais de 25 anos de ‘casa’ entre as iniciativas do aniversário

 

O Hospital de São Bernardo comemorou ontem o seu 64.º aniversário. As cerimónias de celebração começaram com o hastear da bandeira, seguindo- -se uma missa na capela e uma homenagem aos colaboradores com mais de 25 anos de ‘casa’. A cidade de Setúbal é capital de distrito desde 1926, mas só teve o seu primeiro Hospital Regional vinte anos depois, ao ver atribuído este título ao então Hospital da Misericórdia, situado num anexo do Convento de Setúbal. Alguns anos depois, a partir do Hospital do Espírito Santo da Santa Casa da Misericórdia, nasceu o Hospital de São Bernardo, virado para o futuro e para a saúde dos utentes. Foi com o intuito de fazer face a dificuldades na resposta às populações que, em 1953, foi decidida a construção de um novo hospital em Setúbal, no antigo lugar da vinha, na parte leste da cidade. Foi no ano em que celebra o 64.º aniversário que se lançou a primeira pedra do novo edifício do Hospital de São Bernardo. Durante a sua visita à unidade hospitalar a 29 de Março, Manuel Pizarro garantiu que a obra vai demorar 20 meses a ser executada, reconhecendo que a construção do novo edifício, apesar de não resolver os problemas de fundo, vem melhorar as condições dos serviços prestados.

- PUB -

Origem da unidade de saúde remonta a 1953

Foi em 1953 que surgiu a notícia da criação do primeiro Hospital Regional do Continente, em Setúbal, tendo sido transferidas para o novo hospital os serviços existentes no Hospital do Espírito Santo. A Misericórdia ficou encarregada da sua gestão, competindo ao Estado a dotação de meios.

Este projecto, que arrancou no terreno em 1955, deveu-se a Antoine Velge, presidente da Sapec, uma vez que, para o arranque da construção, contribuiu com quatro mil contos, e em homenagem ao seu filho mais velho, Bernard, que em tempos se havia curado em Portugal, é designado de São Bernardo. Com honras de Estado, a sua inauguração ocorreu em 9 de Maio de 1959, quatro anos após o início da construção. Para estrear o novo hospital, vieram 18 médicos da Santa Casa da Misericórdia, e para a prestação de cuidados de enfermagem, pessoal auxiliar. Com cerca de 250 camas, dispunha de duas enfermarias para medicina, duas para cirurgia, uma para obstetrícia e uma para pediatria.

- PUB -

Apesar das várias obras realizadas ao longo dos anos, a primeira pedra de ampliação do hospital só foi lançada a 19 de Outubro de 1993, tendo a obra ficado concluída em 1997. Foi em 1998, ao comemorar o seu 39.º aniversário, que foi anunciada a remodelação do edifício do hospital. No ano seguinte, em 1999, foi o ano da inscrição das verbas necessárias à implementação de um serviço materno-infantil, da abertura de consultas externas no futuro serviço psiquiátricos agudos e da remodelação de todos os pisos do hospital velho. No âmbito do processo de empresarialização de alguns hospitais do Serviço Nacional de Saúde, o Hospital de São Bernardo foi transformado em Sociedade Anónima, a 11 de Dezembro de 2002, tendo o Centro Hospitalar de Setúbal sido criado em 31 de Dezembro de 2005, integrando, por fusão, o Hospital de São Bernardo e o Hospital Ortopédico Sant’Iago do Outão.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -