19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
“Governo Mais Próximo” deixa no horizonte transformação na saúde na região

“Governo Mais Próximo” deixa no horizonte transformação na saúde na região

“Governo Mais Próximo” deixa no horizonte transformação na saúde na região

Manuel Pizarro, ministro da Saúde, aproveitou a visita para apadrinhar unidades de saúde e espalhar garantias pelos utentes

 

A visita governamental ao Distrito de Setúbal resultou em várias garantias no que toca ao sector da saúde. Desde o lançamento da primeira pedra no Hospital de São Bernardo a promessas feitas para a Baixa da Banheira, Manuel Pizarro, ministro da Saúde, percorreu a região e deixou no ar que no futuro o sector terá melhorias significativas.

- PUB -

As transformações na saúde na região começaram ainda antes da chegada do Governo ao distrito, com as obras de ampliação do Centro Hospitalar de Setúbal (CHS) a arrancarem no passado dia 24 de Março. Pelo menos duas dezenas de trabalhadores iniciaram os trabalhos, numa empreitada que representa um investimento superior a 27 milhões de euros. Apesar de as obras já estarem a decorrer, foi apenas no dia 30 que se “inaugurou” a construção. Manuel Pizarro, devidamente equipado, fez as honras e lançou a primeira pedra do novo edifício do Hospital de São Bernardo.

Durante a sua visita à unidade hospitalar, o ministro adiantou que a obra vai demorar 20 meses a ser executada, reconhecendo que a construção do novo edifício vem melhorar as condições dos serviços prestados. “Estas novas instalações vão resolver o problema de falta de profissionais? Directamente não. Mas todos sabemos que melhores condições também ajudam a atrair jovens profissionais”, disse.

Governante deixou promessas para a Baixa da Banheira

- PUB -

De visita à unidade hospitalar do Montijo, onde inaugurou a USF Aldegalega, Manuel Pizarro afirmou que a construção do Centro de Saúde da Baixa da Banheira, na Moita, é para estar concluída em menos de um ano e assegurou que “toda a gente vai ter médico de família”. “Vamos fazer a Unidade de Saúde Familiar, toda a gente vai ter médico de família na Baixa da Banheira. Ainda vai demorar, para aí, até um ano.

Menos de um ano. Janeiro ou Fevereiro do próximo ano. Não vai falhar”, garantiu o ministro numa promessa feita a uma utente. Na visita ao recinto hospitalar do Montijo, Manuel Pizarro destacou o serviço da Cirurgia de Ambulatório ali instalado: “Uma coisa ‘top’! Uma coisa linda de se ver”. “É um serviço que responde à necessidade das pessoas com tudo o que a medicina mais moderna pode oferecer em cada nível de cuidados”, disse o governante. “É um motivo de orgulho para um ministro da Saúde ver o serviço a funcionar assim”, referiu.

Pizarro deixou garantias que já haviam sido feitas em 2009

- PUB -

De visita a Almada, o ministro da Saúde disse que o concurso para a construção do hospital de proximidade do Seixal deve ser lançado brevemente. “Diria que entre o último trimestre de 2023 e o primeiro de 2024 vamos finalmente pôr a concurso a obra do novo Hospital do Seixal, que desta vez vai passar do papel para a realidade e que bem necessário é”, explicou Manuel Pizarro.

Apesar das garantias dadas, é importante recordar que a construção do Hospital do Seixal é uma reivindicação com mais de duas décadas que já foi objecto de um protocolo entre o Estado e a Câmara Municipal, em 2009. Apenas em 2018 houve de novo ‘luz verde’ do Governo para se avançar com o futuro hospital, mas o concurso público para a concepção e projecto ficou parado devido a questões jurídicas.

Manuel Pizarro também deu “más” notícias

Apesar das várias novidades positivas espalhadas ao longo da semana, foi em Almada que Manuel Pizarro deixou as “más” notícias, ao assegurar a O SETUBALENSE que o alargamento do Hospital Garcia de Orta (HGO), para terreno adjacente, não está nos próximos planos do Governo. Segundo disse o ministro, “a prioridade, neste momento, é a criação de novos espaços [no actual edifício], nomeadamente na área da Psiquiatria, que está em projecto, através de um programa a ser financiado pelo PRR”.

O ministro da Saúde visitou também a nova Unidade de Saúde de Sesimbra. Manuel Pizarro aproveitou o momento para aconselhar o presidente da autarquia de Sesimbra, Francisco Jesus, a assinar a transferência de competências na área da saúde. “Não temos dúvidas de que estas magníficas instalações potenciam a atractividade de novos profissionais de saúde, e esse é agora o nosso trabalho”, afirmou.

Antes dos discursos, foi assinado o contrato, entre a Câmara Municipal de Sesimbra e o Ministério da Saúde, de financiamento, proporcionado pelo PRR, para a construção da nova Unidade de Quinta do Conde, cuja construção será colocada a concurso público em breve. Tratou-se de uma semana em grande para o Distrito de Setúbal, no que toca ao sector da saúde. Manuel Pizarro mostrou-se confiante na resolução de vários dos problemas existentes, mas a sua mensagem foi sempre clara. “Não vamos resolver todos os problemas de um dia para o outro, isso não existe”, enalteceu.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -