20 Maio 2024, Segunda-feira

- PUB -
CDU aposta na presença feminina e quer recuperar deputados perdidos em 2022

CDU aposta na presença feminina e quer recuperar deputados perdidos em 2022

CDU aposta na presença feminina e quer recuperar deputados perdidos em 2022

Coligação entregou ontem a lista de candidatos pelo círculo eleitoral de Setúbal. Sem objectivos concretos, querem voltar a ter seis (ou mais) assentos parlamentares

 

“Eleger mais deputados”, é este o compromisso da CDU que deu ontem o primeiro passo para a ‘abertura do período eleitoral’ com a entrega, no Tribunal de Setúbal, da lista de candidatos pelo círculo eleitoral de Setúbal para as próximas eleições legislativas, que se realizam a 10 de Março.

- PUB -

Uma lista que se diferencia pela grande presença feminina, como destacou Paula Santos, cabeça de lista pela força política. “[Esta é] uma lista que integra 11 mulheres e 13 homens, mas de grande participação, era esse o aspecto que queria valorizar, em primeiro lugar da grande participação de mulheres nas listas da CDU, algo que sempre valorizámos e que sempre estiveram presentes nas nossas listas, da importância que é da participação política das mulheres”.

Além da presidente do Grupo Parlamentar do PCP na última legislatura, integram a lista o também deputado Bruno Dias, a antiga deputada do PEV, Heloísa Apolónia, o antigo membro da Assembleia Municipal de Setúbal, Miguel Tiago e Ana Isabel Mendes, nomes que já tinham sido avançados por O SETUBALENSE, a 2 de Janeiro. Estes juntam-se a outros 19 candidatos, descritos pela cabeça de lista como “gente séria”.

“Estamos a falar de gente séria, gente conhecedora do distrito, com trabalho realizado, com provas dadas, e que assumem aqui o compromisso de intervir, de lutar pela melhoria das condições de vida dos trabalhadores, da população, de intervir e de lutar pelo desenvolvimento do distrito de Setúbal, um distrito com grandes potencialidades, enormes riquezas e que estes candidatos agora entregue nesta lista são candidatos que de facto têm este trabalho, competência, seriedade e que, no quadro do seu trabalho, da sua intervenção é gente que assume de facto um compromisso pelo desenvolvimento do nosso distrito”.

- PUB -

Saúde, Educação e Transportes na matriz de programa eleitoral

Num momento em que se sabe que o círculo eleitoral de Setúbal vai contar com mais um nome na Assembleia da República – perfazendo um total de 19 –, graças ao crescimento populacional, está tudo em aberto para os partidos que concorrem pelo nosso distrito.

O reforço é, de resto, um objectivo que Paula Santos identifica como premente para o sucesso do acto eleitoral. “A expectativa é de facto, e aquilo que é necessário, o reforço da CDU, o reforço do ponto de vista dos votos, do ponto de vista da eleição dos deputados, é nesse sentido que estamos a trabalhar”.

- PUB -

Acesso à saúde, melhores condições na Educação e integração da travessia Setúbal-Tróia no passe Navegante são algumas das propostas eleitorais já adiantadas que, no entender da cabeça de lista, só serão possíveis com o reforço de número de deputados. Há um conjunto de problemas no nosso distrito e que têm de ser resolvidos, estamos a falar de questões que se prendem do ponto de vista de dificuldades no acesso à saúde, questões que se prendem com a Educação, questões que se prendem com os transportes – por exemplo, não só o alargamento da oferta dos transportes, mas também a integração do transporte fluvial entre Setúbal e Tróia, no passe intermodal. Aquilo que é necessário para de facto avançar para melhorar as condições de vida, é dar mais força à CDU e, de facto, reforçar a CDU com mais deputados na Assembleia da República”.

VOTOS | Paulo Raimundo sem “objectivo eleitoral concreto” mas quer mais deputados

O desejo de Paula Santos em querer ver crescer o número de deputados da CDU com assento parlamentar é uma posição já reiterada por Paulo Raimundo, secretário-geral do PCP, que diz querer recuperar os seis deputados perdidos nas legislativas de 2022.

“Nós não colocamos nenhum objectivo eleitoral concreto. Agora, há uma coisa que afirmamos – já afirmei e voltarei a afirmar – é que nós temos como referência recuperar os deputados perdidos em 2022”, disse Paulo Raimundo em declarações aos jornalistas, na passada segunda-feira, na estação ferroviária de Algés, concelho de Oeiras.

Para o líder comunista, isso significa “recuperar o deputado perdido em Évora, em Santarém, recuperar os deputados perdidos em Lisboa, Setúbal e no Porto”, mas também ter “expectativas de ir mais longe”.

Nas últimas eleições legislativas, em 2022, a CDU elegeu seis deputados – um mínimo histórico, que fez com que o Partido Ecologista Os Verdes (PEV) perdesse a representação parlamentar -, em comparação com as legislativas de 2019, em que tinha eleito 12 representantes (10 do PCP e dois do PEV). Com Lusa

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -