19 Abril 2024, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalAutarquia aguarda por novo Governo para solução rápida de bloco rochoso

Autarquia aguarda por novo Governo para solução rápida de bloco rochoso

André Martins quer reunir com novo executivo para que este assuma responsabilidades que “já reconheceu”

 

- PUB -

André Martins, presidente da Câmara Municipal de Setúbal, tem pressa em solucionar a questão do bloco rochoso em risco de queda na Arrábida e para tal vai pedir uma reunião ao novo Governo, assim que este estiver em funções, depois da “ausência de respostas” do actual executivo.

Através de um vídeo colocado na sua página de Facebook, o autarca expressou a sua insatisfação com o actual Governo, que “não deu resposta, desde Outubro de 2023 até hoje”, às propostas que foram enviadas.

Desta forma, o edil sadino garante que a Câmara Municipal vai “continuar a insistir” com o Governo para que “assuma as responsabilidades que já reconheceu”, garantindo que “no primeiro dia” em que o novo Governo estiver em funções, irá tomar a iniciativa de “pedir de imediato” uma nova reunião com quem tiver a tutela da área, para avançar para as “necessárias soluções”.

- PUB -

Nesta publicação, o autarca recordou todo o processo, lembrando que tomou a decisão de encerrar a estrada “na sequência de uma reunião da Comissão Municipal de Protecção Civil, e perante a evidência das imagens que foram apresentadas” quanto ao risco de queda da rocha.

“É manifestamente perigoso circular por aquela estrada nas actuais circunstâncias”, afirmou, sublinhando que o município começou a “trabalhar nas necessárias soluções” assim que o problema “foi detectado”, apesar de a resolução “não ser competência da autarquia”.

André Martins reafirmou que encetou contactos formais com o ministério do Ambiente, o qual remeteu para as secretarias de Estado do Ambiente e da Conservação da Natureza, “uma vez que o risco ocorre em pleno Parque Natural da Arrábida”, tendo a empresa Secil, “a proprietária daqueles terrenos”, sido igualmente envolvida no processo.

- PUB -

Nesta mesma reunião foi igualmente decidido “que era necessário contactar empresas da especialidade com o objectivo de ajudarem na definição do caderno de encargos e do valor base para o lançamento do concurso público para a elaboração do referido estudo”, tendo a autarquia enviado aos gabinetes dos governantes “o resultado dos contributos das empresas” em Outubro de 2023.

O autarca realçou que o bloco rochoso está localizado “em propriedade privada situada num parque natural, onde a Câmara Municipal não tem competências para intervir”.

Foi a 8 de Fevereiro de 2023 que, por razões de segurança, André Martins determinou o encerramento do troço da Rua Círio da Arrábida entre a Praia da Figueirinha e o Creiro. Neste local verificou-se que havia o risco de queda sobre a via de um bloco rochoso com cerca de mil toneladas, localizado em terrenos propriedade da empresa Secil e em pleno Parque Natural da Arrábida.

- PUB -

Mais populares

José Mourinho: “Dá-me prazer que as pessoas conheçam as minhas origens”

Técnico sadino em Setúbal para gravar com a Adidas e “mostrar ao mundo” a cidade onde nasceu e cresceu

Cravo humano ‘nasce’ no areal da Praia de Albarquel

Cerca de quatro centenas de trabalhadores da autarquia juntaram-se após uma caminhada de três quilómetros

Sistema Navegante indisponível no fim-de-semana mas transportes circulam normalmente

Falha é devido a uma “pausa temporária para actualizações com vista à simplificação e implementação de melhorias de performance”
- PUB -