3 Março 2024, Domingo
- PUB -
InícioLocalSetúbalReserva Natural do Estuário do Sado fecha 2023 com projectos de 17...

Reserva Natural do Estuário do Sado fecha 2023 com projectos de 17 ‘guardiãs’

Iniciativa da Business as Nature com o ICNF e o Ministério do Ambiente encerra primeira fase amanhã

 

- PUB -

A Reserva Natural do Estuário do Sado (RNES) fecha o ano de 2023 com 17 ‘guardiãs’ que estão a desenvolver actividades “em prol da sustentabilidade do território e da conservação dos valores naturais e culturais desta área protegida” no âmbito do projecto Rede Guardiãs da Natureza.

A iniciativa, promovida pela associação Business as Nature, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), e com o apoio do Fundo Ambiental/Ministério do Ambiente e Acção Climática, recebeu na RNES 31 candidaturas das quais foram seleccionadas 17.

Ana Batel, Ana Rita Vieira, Cláudia Moita, Jady Silva, Fátima Barata, Marta Mattioli, Sónia Caeiro, Catarina Simões, Ana Rita Barreiras e Érica Rei são dez dos nomes das poderosas que assumem a responsabilidade de tomar conta do nosso Estuário.

- PUB -

Amanhã tem lugar na Igreja de Santiago do Castelo de Palmela, pelas 14h30, o evento da Rede de Guardiãs da Natureza e Desenvolvimento Sustentável do Mundo Rural, promovido pela associação Business as Nature, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), e com o apoio do Fundo Ambiental/Ministério do Ambiente e Acção Climática.

Passada a fase de candidaturas das mulheres que apresentaram projectos para implementar nas oito áreas protegidas onde a Rede Guardiãs da Natureza actua, é agora tempo de olhar para o resultado das formações dadas às seleccionadas. A intenção é de que as actividades continuem em 2024.

“Neste evento vamos apresentar os resultados desta primeira fase do projecto e porque nós pretendemos que este continue já em 2024”, revela Susana Viseu, coordenadora do projecto, a O SETUBALENSE.

- PUB -

Os números agradam a equipa de coordenação da iniciativa e, no rescaldo desta primeira experiência, foi um sucesso. “O projecto correu muito bem em todo o País, nós excedemos os objectivos – tínhamos como objectivo 12 guardiãs por território, tivemos a inscrições de cerca de 400 a nível nacional, portanto nós tínhamos 96 a nível nacional como objectivo. Tivemos cerca de 120 mulheres a participarem no programa de formação, seleccionamos essas para participarem no programa e tivemos cerca de 90 projectos que resultaram da intervenção”, detalha ao fazer um balanço a nível nacional.

Além da Reserva Natural do Estuário do Sado, o projecto actua em outras sete áreas protegidas, nomeadamente no Parque Natural Montesinho, no Parque Natural Litoral Norte – Esposende, no Parque Natural da Serra da Estrela, na Reserva Natural das Dunas de São Jacinto, na Reserva Natural do Paúl de Arzila, no Parque Natural do Vale do Guadiana e no Parque Natural da Ria Formosa.

Castelo de Palmela recebe sessão de encerramento

A sessão de boas-vindas do evento tem hora marcada para as 14h30 e nesta vão falar Fernanda Pésinho, vereadora da Câmara Municipal de Palmela, Duarte Cordeiro, ministro do Ambiente (a confirmar) e Sandra Sarmento, directora regional do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas do Norte.

Segue-se o “Balanço do projecto Rede Guardiãs da Natureza e Desenvolvimento Sustentável do Mundo Rural + Vídeo de testemunhos” (15h00) e fala Susana Viseu, presi-
dente da Business as Nature. Depois de um momento de coffee break decorre as apresentações “pitch” dos projectos das Guardiãs e a sessão continua com o painel “7 guardiãs, 7 minutos por projecto”.

Aqui falarão Maria José Quintela – Projecto “Masseira Comunitária” – (Parque Natural Litoral Norte); Claire Camus – Projecto de Turismo (a confirmar) – (Parque Natural de Montesinho); Beatriz Faria – Projecto “Viveiros agro-florestais e agroecológicos comunitários” – (Parque Natural da Serra da Estrela); Andreia Redinha e Carina Rodrigues – Projecto “Nabu” – (Reserva Natural do Paul de Arzila e Reserva Natural das Dunas de S. Jacinto); Ana Batel – Projecto Caramela – (Reserva Natural do Estuário do Sado); Adriana Gil – Projecto “Jardim do Conhecimento e das Matérias-primas” – (Parque Natural do Vale do Guadiana); e, Paula Pedro – “Os Caminhos da Água e das Plantas Esquecidas” – (Parque Natural da Ria Formosa).

A sessão de encerramento (17h00) estará à responsabilidade de Susana Bonnail, do Europarques Estación Biológica Internacional (EBI) (a confirmar), Rita Nabeiro, do Grupo Nabeiro – Delta Cafés, e, Gonçalo Rodrigues, secretário de Estado da Agricultura.

 

Projectos | Quinta Maravilha, Maria das Ervas e “Caramela” são iniciativas em destaque

Das 17 actividades programadas para aplicar na RNES, há três que se destacam não só pela inovação mas também do compromisso na protecção do ambiente e da natureza. Paula Serrano conta com o projecto “Quinta Maravilha” com base nos valores sustentáveis, da justiça social e comunidade para, através do “trabalho da terra”, construir “um espaço que procura ilustrar formas de vida respeitosas com o meio envolvente e as
pessoas”, explica a nota de Imprensa enviada à redacção de O SETUBALENSE.

A ‘guardiã’ Cláudia Moita com o projecto “Maria das Ervas” foca- se na saúde, literacia alimentar e práticas ambientais para “munir a comunidade de informação e incentivar os mesmos a ter uma preocupação pelas boas praticas alimentares e comportamentos agroecológicos”.

Já “Caramela” tem como base a educação, a história e o território para promover “pequenos produtores e a produção artesanal local”. “Foco em nichos de clientes que procuram destinos sustentáveis, que procuram ir ao encontro do lugar, das origens
e das tradições. Envolvimento da comunidade em todas as vertentes do projecto, pretendendo que o monte seja um HUB agregador/polo dinamizador local”.

- PUB -

Mais populares

Homem encontrado morto em casa no centro de Setúbal [Actualizada]

Cadáver de José, de 66 anos, foi transportado para a morgue do Hospital de São Bernardo para realizar autópsia

PJ investiga cadáver encontrado no interior de uma viatura em Setúbal

Populares alertaram as autoridades pelas 22h30. Homem, de 57 anos, terá morrido por causas naturais

Pedro Catarino já é goleador-mor dos sadinos na 1.ª Divisão da AF Setúbal

Com cinco golos no Vitória B, avançado do plantel principal volta a ser decisivo
- PUB -