2 Fevereiro 2023, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalAgrupamentos de escolas do município marcham amanhã até aos Paços do Concelho

Agrupamentos de escolas do município marcham amanhã até aos Paços do Concelho

Comunidade educativa manifesta-se pela valorização do ensino público. Não aceita ‘regras’ do ministro da Educação

 

- PUB -

Os agrupamentos de escolas de Setúbal vão, amanhã, terça-feira, entre as 08 e as 09 horas, realizar uma marcha colectiva desde os respectivos estabelecimentos de ensino até aos Paços do Concelho de Setúbal, na Praça do Bocage, onde a comunidade educativa irá reivindicar a valorização do ensino público e questionar o possível novo método de contratação por perfis.

Roberto Pestana, delegado sindical suplente do Sindicato de Todos os Professores (STOP) da Escola Secundária Lima de Freitas, adiantou a O SETUBALENSE que, perante o cenário que se tem vivido nas escolas desde Dezembro do ano passado, o STOP “não chegou a acordo” com o ministro da Educação, João Costa, e que por esse motivo “os protestos e as formas de luta” vão continuar.

Após os sindicatos, relacionados com o sector da educação, terem reunido, na passada quinta-feira, com a Comissão de Greve das Escolas de Setúbal, foi decidido que este protesto colectivo “tinha pernas para andar”, já que “todos os agrupamentos demonstram interesse em participar”.

- PUB -

“Não sabemos dizer se as escolas vão fechar, podem vir muitos ou poucos membros da comunidade educativa, não conseguimos prever, no entanto, sabemos que a totalidade das escolas demonstrou vontade em fazer a marcha acontecer”, explicou Roberto Pestana.

A greve dos professores e a paralisação das escolas tem tido um grande impacto no concelho de Setúbal, com vários agrupamentos a fecharem as escolas secundárias durante a semana passada.

Esta forma de protesto já foi realizada nos concelhos de Seixal e Palmela, onde centenas de professores, assistentes operacionais e técnicos profissionais juntaram-se e encerraram, no caso do Seixal, várias escolas do município.

- PUB -

Novo movimento nacional já tem data marcada

À semelhança do protesto nacional, que decorreu a 14 de Janeiro no Terreiro do Paço, em Lisboa, a comunidade educativa está a “organizar-se” para voltar a realizar a 28 de Janeiro outra acção da mesma dimensão.

A razão para a repetição deste movimento está centrada nas negociações entre os sindicatos e o ministro da Educação, que, até ao momento, ainda não conseguiram encontrar um consenso.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado

O sangue e o oxigénio dos Tribunais

Ninguém duvida que os oficiais de justiça são essenciais para a Administração da Justiça.
- PUB -