2 Fevereiro 2023, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalParalisação encerrou ontem várias escolas no concelho

Paralisação encerrou ontem várias escolas no concelho

Lima de Freitas e Sebastião da Gama foram os agrupamentos mais afectados

 

- PUB -

A greve da comunidade educativa no concelho de Setúbal continua bastante activa, acompanhando aquilo que tem acontecido desde o início da semana, com grande parte das escolas a manter as portas fechadas no dia de ontem. Ao que O SETUBALENSE apurou, foram 18 os estabelecimentos de ensino que encerraram, com os agrupamentos de escolas Lima de Freitas e Sebastião da Gama a serem os mais afectados, tendo todas as suas escolas encerradas. De acordo com o que foi possível confirmar, apenas dez escolas, num total de 42, estiveram abertas durante todo o dia, sem qualquer tipo de perturbações.

No Agrupamento de Escolas Lima Freitas não foi dada nenhuma aula, com os alunos a continuarem de ‘férias’. Outro estabelecimento de ensino onde nenhuma das escolas funcionou foi no Agrupamento de Escolas Sebastião da Gama, com a direcção do estabelecimento a garantir a O SETUBALENSE que a “greve é à hora e é imprevisível”. “As pessoas é que tomam as suas decisões diariamente, nunca sabemos como vai ser o dia seguinte, só sabemos na manhã do próprio dia”.

O único agrupamento sem qualquer tipo de perturbações foi o de Azeitão, sendo que todas as escolas estiveram em funcionamento durante todo o dia, sem existirem reuniões que causassem a ausência dos docentes, permitindo que os alunos voltassem à sua rotina escolar. No Agrupamento de Escolas Luísa Todi, composto por oito escolas, cinco estiveram encerradas, inclusive o refeitório, impedindo que os alunos dependentes das refeições escolares tivessem acesso às mesmas.

- PUB -

Contactada por O SETUBALENSE, a direcção informou que o dia de hoje é uma incógnita. “O dia de amanhã [hoje] não se sabe, podem estar umas escolas abertas e fecharem outras, não fazemos ideia como vai ser”.

Já no Agrupamento de Escolas Ordem de Sant’Iago, todas as escolas do primeiro ciclo estiveram encerradas durante o período da manhã, devido à realização de reuniões sindicais, regressando ao normal funcionamento no período da tarde. No mesmo agrupamento, a Escola Básica da Bela Vista não abriu durante todo o dia devido à greve. Na Escola Básica n. º 5 do Peixe Frito estiveram cinco docentes em greve, causando “graves perturbações” no funcionamento da mesma, de acordo com a direcção do estabelecimento escolar.

Quanto às escolas não-agrupadas, tanto a Escola Secundária D. João II como a Escola Secundária du Bocage estiveram encerradas. Estes protestos têm vindo a acontecer desde o final do passado ano.

- PUB -

Esta situação tem sido o ‘normal’ na realidade educativa, não só no Distrito de Setúbal, mas também em todo o país. O cenário deverá manter-se igual nos próximos dias, enquanto os sindicatos discutem com o Ministério da Educação as condições da colocação e contratação destes profissionais de ensino.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado

O sangue e o oxigénio dos Tribunais

Ninguém duvida que os oficiais de justiça são essenciais para a Administração da Justiça.
- PUB -