5 Dezembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalCidade presta homenagem ao centenário de José Saramago

Cidade presta homenagem ao centenário de José Saramago

Placa de tributo ao Nobel da Literatura vai ser colocada junto a uma oliveira, na Avenida Luísa Todi

 

- PUB -

Uma placa de homenagem a José Saramago vai ser colocada hoje, dia em que se celebra o  centenário do autor, junto de uma oliveira situada na Avenida Luísa Todi. A cerimónia decorre às 11h00.

A placa, que contém uma frase retirada da obra “Memorial do Convento”, ficará situada junto da árvore que foi plantada em Junho último em frente ao Mercado do Livramento. Na altura, esta iniciativa ocorreu pela mão do Teatro Estúdio Fontenova, com a colaboração da Câmara Municipal de Setúbal, no dia em que passaram 12 anos da morte de Saramago.

O dia do centenário do nascimento do escritor vai ainda ser assinalado na cidade com a apresentação de três peças de teatro, “Quem Quer Ser Saramago”, que sobe duas vezes ao palco na Escola Secundária Sebastião da Gama, às 10h05 e às 14h50, “À Boca Fechada”, apresentada às 21h00, no Fórum Municipal Luísa Todi, e “Caim ou a Divina Cegueira”, a partir das 21h30, no Teatro de Bolso.

- PUB -

Apontada como sendo “uma viagem contra a crueldade, a humilhação e a mentira”, a peça “Quem quer Ser Saramago” é “guiada pela ‘Voz’ e pela obra do único Nobel da Literatura em língua portuguesa”. Já “Caim ou a Divina Cegueira”, peça em estreia nacional, parte do livro “Caim”, no qual José Saramago “narra com ironia e sarcasmo uma versão crítica dos episódios do Antigo Testamento”, apresentando Caim, “o primeiro dos assassinos”, a questionar “o dogma religioso que tudo justifica” e a confrontar “o Deus bíblico ancestral, negligente e impiedoso”.

Em “À Boca Fechada”, o Teatro de Animação de Setúbal parte de um conjunto de poemas e excertos de crónicas e de ficção do Nobel da Literatura para fazer uma “viagem de descobridor pelo mundo do homem e do escritor José Saramago”.

Nascido a 16 de Novembro de 1922, em Azinhaga, na Golegã, o vencedor do Prémio Nobel da Literatura em 1998 e do Prémio Camões em 1995 é, ao longo deste ano, alvo de uma homenagem a nível nacional por ocasião do centenário do seu nascimento, sendo as comemorações na cidade o resultado de uma parceria entre a Fundação Saramago e a Câmara Municipal.

- PUB -

No município, o programa das comemorações inclui exposições, cinema, tertúlias, instalações artísticas, concertos, teatro e várias outras actividades evocativas de José Saramago, quer enquanto escritor, quer como cidadão “com uma marca vincada na sociedade”.

Maratona de leitura saramaguiana ocorre este sábado

Em parceria com a Biblioteca Municipal da cidade, o Projecto de Intervenção Cultura e Artes (PICA) realiza, no próximo sábado, a maratona saramaguiana “Saramago em voz alta”, num continuum de sete horas de leitura de excertos de diferentes obras de Saramago, seleccionados pelos leitores participantes.

A abertura da maratona ocorre às 11h00, com a participação de ambas as entidades, seguindo-se uma performance de leitura pelo colectivo PICA. Posteriormente, com duração até às 18h00, vão suceder-se as leituras seleccionadas pelos leitores, numa homenagem ao Nobel do autor e ao seu legado.

Para o encerramento, a iniciativa conta com a participação do grupo de Cante Alentejano “Os Amigos dos Sadinos”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Homem morre em confrontos num café na Avenida Bento de Jesus Caraça

Causa da morte não é clara. PJ está a investigar

Primeira loja Lidl num campus universitário já abriu em Almada

Rede de supermercados alemã investe 10 milhões de euros no novo edifício situado no Monte da Caparica
- PUB -