29 Novembro 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalMeios para garantir saúde dos trabalhadores da Câmara de Setúbal “são poucos...

Meios para garantir saúde dos trabalhadores da Câmara de Setúbal “são poucos para tantas frentes”

Carla Guerreiro explica que dois médicos, cinco enfermeiros e um psicólogo são insuficientes “para tanto trabalho”

 

- PUB -

Os meios disponíveis para garantir a saúde dos 2 030 trabalhadores da Câmara Municipal de Setúbal “são poucos para tanto trabalho e para tantas frentes”, revelou a vice-presidente da edilidade na sessão de encerramento do seminário “Prevenção e Promoção da Saúde Mental e Bem-Estar no Trabalho”.

Depois de explicar que o Gabinete de Medicina do Trabalho, Enfermagem e Psicologia “é composto por dois médicos, cinco enfermeiros e um psicólogo”, Carla Guerreiro disse na quarta-feira que os meios são insuficientes “porque com a transferência de competências para as autarquias” o município recebeu “536 pessoas só na área da educação”.

Tais “modificações muito importantes” são feitas “às vezes sem se ter em consideração se as autarquias têm condições para acomodar todas as despesas inerentes”, sublinhou a autarca, citada em nota de Imprensa da edilidade.

- PUB -

Já na abertura do encontro, realizado no Cinema Charlot – Auditório Municipal, o presidente da Câmara de Setúbal, André Martins, defendeu que “a promoção da saúde mental é fundamental para que haja ambientes de trabalho saudáveis”.

Perante os cerca de 150 trabalhadores municipais que marcaram presença, o edil lembrou que o município tem promovido iniciativas e divulgado informação “para alertar e consciencializar os trabalhadores” sobre a saúde mental, “tema bastante complexo e muitas vezes encarado com vergonha”.

“Na Câmara de Setúbal defendemos que a saúde mental de todos os trabalhadores é fundamental para a promoção de um ambiente de trabalho saudável”, garantiu, acrescentando que, “consciente desta problemática, a autarquia disponibiliza desde 2018 consultas de psicologia, no âmbito do serviço de medicina do trabalho”.

- PUB -

No encontro, organizado no âmbito das actividades de Saúde Ocupacional do município, os presentes “ouviram os especialistas que abordarem temas como o papel da psicologia da saúde ocupacional na Câmara Municipal, a prevenção da síndrome de burnout e da depressão ou as estratégias de prevenção do suicídio”.

Na sua intervenção, André Martins “manifestou igualmente o desejo de o seminário, que assinalou o Dia Mundial da Saúde Mental, celebrado a 10 de Outubro, contribuir para assegurar um ambiente de trabalho mais saudável”.

Sobre a pandemia, afirmou ainda que a mesma “mostrou de forma abrupta realidades e ansiedade e desespero, que neste período crítico ganharam mais expressão, surgindo comportamentos inesperados com consequências negativas para os próprios, para as famílias, amigos e colegas de trabalho como resultado do isolamento social”.

Na manhã de terça-feira, os presentes ouviram também o psicólogo da Câmara de Setúbal, Pedro Duarte, e a psiquiatra Rita Sequeira Mendes, coordenadora do Hospital de Dia do Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do São Bernardo.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Cadáver de homem encontrado esta manhã na praia da Torre em Grândola

Corpo deu à costa no Carvalhal, havendo suspeitas de tratar-se de Manuel Arrábida, chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal desaparecido há sete dias

Acidente na A2 junto a Palmela faz um morto e dois feridos ligeiros

Colisão entre dois veículos ligeiros ocorreu ao quilómetro 24.9 da Autoestrada 2. Vítima mortal tinha 42 anos
- PUB -