5 Dezembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalFestival juntou cinema e música ao vivo

Festival juntou cinema e música ao vivo

A quarta edição deste evento trouxe cinco curtas-metragens da série “As Comédias de Alice”

 

- PUB -

A exibição de cinco curtas-metragens da série “As Comédias de Alice”, acompanhada de música ao vivo pelo projecto Disruption Ensemble e pelo Conservatório Regional de Setúbal, encerrou no passado domingo, no Fórum Municipal Luísa Todi, a quarta edição do Film Fest.

O evento foi organizado pela Câmara Municipal de Setúbal e registou a presença de cerca de duas mil pessoas em pouco mais de uma dezena de sessões de apresentação de filmes. Estas curtas-metragens foram sonorizadas por bandas sonoras exclusivas interpretadas ao vivo, no Fórum Municipal Luísa Todi e no Cinema Charlot – Auditório Municipal, bem como em workshops, entre os dias 6 e 16 deste mês.

A quarta edição do Film Fest – Festival de Cinema Musicado ao Vivo contou com um conjunto de workshops que registaram lotação esgotada.

- PUB -

A sessão de encerramento do Film Fest – Festival de Cinema Musicado ao Vivo exibiu cinco curtas-metragens de Walt Disney, produzidas entre 1924 e 1927. Estes filmes relatam as peripécias e aventuras de Alice e do seu cão, as únicas personagens de “carne e osso” num mundo imaginário de animação.

A exibição das películas foi acompanhada de música ao vivo pelo projecto Disruption Ensemble e por um grupo de alunos do Conservatório Regional de Setúbal. A actriz Célia David, do Teatro Animação de Setúbal, fez a locução dos intertítulos.

“O cozinheiro”, de Roscoe “Fatty” Arbuckle, e “A cabra”, de Buster Keaton, foram os filmes exibidos a 12, em duas sessões para escolas, acompanhados de música ao vivo pela pianista Joana Rolo.

- PUB -

A sessão “Ilustres Desconhecidos”, no dia 13, no Cinema Charlot – Auditório Municipal, dedicada às Coleções do San Francisco Silent Film Festival, exibiu as películas “Ao que o mundo chegou!” e “Agora estamos no ar (fragmento)”, de Frank R. Strayer, com música a cargo de Armindo Neves, guitarra, e Luís Martins, contrabaixo.

Os últimos dias do festival contaram, ainda, com a exibição de “Náufragos da Vida”, de Merian C. Cooper e Ernest B. Schoedsack, na sexta-feira à noite, no Cinema Charlot – Auditório Municipal, com música ao vivo por Eduardo Ramos, alaúde árabe, gamry e zukra, e Carlos Mendonça, flautas e percussão.

A quarta edição do Film Fest contou também com uma homenagem ao realizador português Manoel de Oliveira, na sessão inaugural, no dia 6, no Fórum Municipal Luísa Todi, com a exibição dos filmes “O Pintor e a Cidade” e “Douro, Faina Fluvial”, acompanhados da música criada pelo projecto Sensible Soccers.

Evento quer desenvolver formato dando enfoque ao som

O Film Fest pretende desenvolver e expandir o formato do cine-concerto, através da exibição de filmes reconhecidos do público e abordando o cinema de autor, particularmente o mudo, dando, enfoque ao som e à música através do olhar criativo de vários artistas que, ao acompanharem ao vivo a exibição destas obras, criam bandas sonoras singulares.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Homem morre em confrontos num café na Avenida Bento de Jesus Caraça

Causa da morte não é clara. PJ está a investigar

Primeira loja Lidl num campus universitário já abriu em Almada

Rede de supermercados alemã investe 10 milhões de euros no novo edifício situado no Monte da Caparica
- PUB -