28 Setembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalCinema e debates em locais inusitados de Setúbal estão de volta para...

Cinema e debates em locais inusitados de Setúbal estão de volta para estimular e activar o público

Sessões com cinema e debate em torno de temas que mexem e desafiam a sociedade a reflectir

- PUB -

São 92 filmes de 30 países, debates e música que entre 13 e 22 de Maio vão preencher a segunda edição do festival CLIT – Cinema em Locais Inusitados e Temporários. Organizado pela Associação Cultural Festroia, com patrocínio da Câmara de Setúbal, o CLIT vai proporcionar ao público, gratuitamente, quatro estreias mundiais, seis europeias e 15 nacionais.

“Praticamente não há sessão que não conte com a presença de um actor, produtor ou realizador de um dos filmes que a compõem”, revela Humberto Teixeira, director de um festival que promete “animar os momentos de interacção entre o público e os artistas”.

O CLIT vai proporcionar “sessões com cinema e debate em torno de temas como a protecção animal, a deficiência, a saúde reprodutiva, a educação, os sistemas agro-alimentares, o trabalho digno e a educação na natureza”, indica Helena de Sousa Freitas, coordenadora deste projecto da Associação Festroia e do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS).

- PUB -

Para 17 de Maio o programa considera, inteiramente, sessões ‘Ativa-te!’, abordando temáticas como o racismo e os direitos LGBT – Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trangênero -, aproveitando a celebração do Dia Internacional da Luta contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia.

As sessões de abertura e encerramento do festival e das secções “Estimula-te!”, “Ativa-te!” e “Network!” decorrem em 15 locais previamente definidos das cinco freguesias do concelho de Setúbal e em Palmela.

No caso da secção “Estimula-te!”, é destinada a dar visibilidade a obras de realizadores estreantes e estudantes de cinema, apresenta curtas-metragens na Escola Básica e Jardim de Infância da Brejoeira, na Escola Secundária D. João II, na Escola Secundária de Bocage e na Escola Básica e Secundária Lima de Freitas.

- PUB -

Por sua vez a secção a secção “Ativa-te!”, decorre nas instalações da Bela Vista, Museu do Trabalho Michel Giacometti e cooperativa Biovilla e envolve a Quinta de Alcube, Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, União Setubalense, campus do IPS e Cáritas.

A secção “Network!”, que pretende proporcionar momentos de descontracção e convívio em torno do cinema, está prevista para o Café do Largo e o Inatel de Setúbal, enquanto a Casa da Cultura e o Cinema Charlot acolhem as sessões de abertura e encerramento, respectivamente.

Os locais de exibição dos 16 filmes da seção “Descobre-o!” são, por seu turno, descobertos pelo público durante o certame, mediante pistas colocadas nos canais de comunicação digital do evento.

O CLIT abre a 13 de Maio na Casa da Cultura, às 21h00, com uma sessão dupla em que são exibidos a curta-metragem “O Quarto”, da franco-argelina Latifa Saïd, e o documentário “Pequena Stachmo”, do norte-americano John Alexander, que conta a história de Sharon Preston-Folta, a filha que o trompetista Louis Armstrong nunca reconheceu publicamente ter e que apenas abandonou essa clandestinidade quatro décadas após a morte do pai.

A sessão de encerramento, com entrega de prémios, às 21h00 de 21 de Maio no Cinema Charlot – Auditório Municipal, inclui a exibição do documentário português “O Lado Negro do Azeite”, de Sandra Cóias e Pedro Rego.

No festival estão representados 30 países, de França, Estados Unidos da América, Itália, Espanha, Portugal ou Brasil a Indonésia, Líbano, Filipinas, Israel, Islândia, Singapura, Egipto, Irão, Índia ou Nova Zelândia.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -