18 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalPedro Pina: “As fragilidades nas respostas dos serviços de saúde em Setúbal...

Pedro Pina: “As fragilidades nas respostas dos serviços de saúde em Setúbal são muito visíveis”

Vereador comunista, responsável pelo pelouro da Saúde, avalia estado do sector no concelho

 

- PUB -

As respostas do Serviço Nacional de Saúde (SNS) no concelho de Setúbal padecem de “fragilidades” que são muitos evidentes, com destaque para a falta de médicos e de centros de saúde adequados, em quantidade e qualidade.

O diagnóstico é feito pelo vereador com o pelouro da Saúde na Câmara Municipal de Setúbal, a pedido do jornal O SETUBALENSE, numa altura em que o município é chamado a assumir competências que eram da Administração Central.

Para Pedro Pina o panorama do estado da saúde no concelho é claro. “Somos um território, a par de outros, onde as fragilidades nas respostas dos serviços de saúde são muito visíveis” apontou o vereador, dando como exemplos a “ausência de médicos de saúde, centros de saúde com enormes fragilidades, escassez de recursos de humanos, um centro hospitalar com constrangimentos em termos da sua oferta”.

- PUB -

Apesar das dificuldades, Pedro Pina destaca o trabalho da Câmara Municipal nesta área, a começar pela evolução do gabinete municipal de saúde. “O gabinete de saúde tinha princípios de fomentar e desenvolver o bem-estar e um conjunto de acções de carácter preventivo e de sensibilização, e, hoje, as competências, que decorrem da própria lei, exigem uma responsabilidade completamente distinta”, explicou.

“O que nós hoje podemos afirmar, e que decorre de uma análise muito abrangente, é, se falarmos das competências atribuídas à autarquia, no quadro da descentralização de competências, a diferença é abismal relativamente aquelas que eram as competências do gabinete de saúde”.

O vereador confirma a realização do Fórum de Saúde, que teve a sua primeira edição no ano passado. Em 2021, o evento realizou-se em Março e este ano ainda não se sabe quando será a segunda edição. Pedro Pina não quis adiantar datas nem outras informações sobre a próxima edição do Fórum da Saúde.

- PUB -

Relativamente à transferência de competências para a autarquia, o vereador reforça a posição de protesto da autarquia, que se recusou a assinar os autos de transferência de
competências na área da saúde. “É um panorama de grande exigência, de grande responsabilidade, e por isso nós não podemos aceitar que as coisas sobre esta matéria possam acontecer sem rigor, sem a devida verificação”, afirmou o vereador. Pedro Pina refere que “a questão essencial é que as pessoas sejam servidas da melhor maneira possível”.

Centro de Saúde de Azeitão pronto este ano

A construção do Centro de Saúde de Azeitão, há muito desejado pela população local, decorre, segundo o vereador, sem qualquer problema e de acordo com os prazos delineados. “A sua conclusão está prevista para o ano de 2022”, aponta Pedro Pina. O vereador indica que há “aspectos a acertar”, mas que não vão interferir com a conclusão do projecto.

O vereador da CDU destaca a importância da conclusão daquela infra-estrutura para a população de Azeitão. “Vem preencher uma lacuna que temos, no município, de várias infra-estruturas de saúde. Em especial, é essencial para população de Azeitão, que nos últimos anos tem vindo a aumentar particularmente”, explicou.

Vacinação no Cais 3 é para manter, por enquanto

Apesar de ser da responsabilidade da Protecção Civil, a autarquia, de acordo com o vereador comunista e de Conceição Loureiro, chefe de divisão de Direitos Sociais e Saúde, continua a monitorar a situação pandémica no concelho. “Acompanhamos a situação em instituições, assim como a identificação de surtos”, explica Conceição Loureiro.

Sobre o futuro do Cais 3, assim como da vacinação em Setúbal, ambos os responsáveis referiram que, apesar de ter havido ajustes nos horários de funcionamento, não estão previstas, pelo menos por agora, mais alterações.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -