21 Maio 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalSetúbal‘Dispensa social’ para refugiados ucranianos criada no Mercado do Livramento com doações...

‘Dispensa social’ para refugiados ucranianos criada no Mercado do Livramento com doações do Recheio e Pingo Doce

Produtos e alimentos, assim como cartões para aquisição de frescos, entregues à Câmara Municipal

 

- PUB -

Passavam poucos minutos das 14 horas quando, na última sexta-feira, os portões da zona de cargas e descargas do Mercado do Livramento, em Setúbal, foram atravessados por um camião, carregado de produtos e alimentos doados pelo Recheio e Pingo Doce para serem entregues aos refugiados ucranianos que vão chegando à cidade.

No local, colaboradores da Câmara Municipal e da cadeia de supermercados aguardavam pela sua chegada, para rapidamente, com recurso a empilhadores e carrinhos, transportarem as doações para o primeiro andar da praça setubalense, onde funciona actualmente a Linha Municipal de Apoio a Refugiados (LIMAR), criada pela edilidade.

“Fundamental” foi a expressão utilizada por Conceição Loureiro, chefe de divisão de Direitos Sociais e Saúde na autarquia, para descrever a acção que, a par dos produtos disponibilizados pelo Recheio, contemplou a entrega de kits de primeira necessidade e de cartões por parte do Pingo Doce para a compra de alimentos frescos.

- PUB -

“Atrevo-me a dizer que não estávamos à espera de outra coisa. O Pingo Doce é um parceiro fundamental no trabalho e no dia-a-dia que temos tido e, portanto, temos de agradecer”, revelou a O SETUBALENSE.

Foi assim criada uma espécie de ‘dispensa social’, em que além de leite, salsichas, azeite e leguminosas, assim como outros alimentos e produtos como toalhitas, açúcar, farinha e arroz, fazem também parte peluches, a ser entregues “às crianças ucranianas como um miminho”.

Sobre a forma como serão os produtos distribuídos, explicou que “vão ser formados cabazes e que são as próprias pessoas a deslocar-se ao mercado para o levantamento dos mesmos”.

- PUB -

“Ao chegarem aqui fazemos uma primeira recolha de dados. A ideia é podermos entregar um cabaz básico, dando nota que os estamos a receber e que podem levar alguns produtos básicos de higiene, através dos kits, e de alimentação”, explicou.

Até à data, garantiu, “sabe-se que aproximadamente 300 pessoas, quer em situação de refugiado ou como pedido de apoio, terão chegado a Setúbal”, pelo que a iniciativa das marcas da Jerónimo Martins é “muito importante”.

Parceria “óbvia” entre marcas do grupo Jerónimo Martins

A parceria, explica Tiago Vaz André, coordenador de Projectos de Desenvolvimento Sustentável e Impacto Local do Pingo Doce, surgiu de uma forma “óbvia, uma vez que são marcas do mesmo grupo”.

“Fizemos o contacto com a Câmara Municipal de Setúbal, assim como com outras autarquias a nível nacional, e estamos a fazer duas coisas diferentes, que é oferecer kits de acolhimento – cem de adulto e cem de criança –, que contêm produtos para que os ucranianos estejam preparados para o início, e produtos para a construção de uma ‘dispensa social’ e de cabazes alimentares”, disse.

No Distrito de Setúbal, a acção está a ser desenvolvida somente na cidade sadina, mas Tiago Vaz André não descarta a possibilidade de expandir a mesma junto de outros municípios.

“Vamos avaliar durante um tempo para perceber como é que decorrem as movimentações para percebermos se podemos chegar a mais alguma autarquia, mas sim estamos à procura”, revelou, a concluir.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos
- PUB -