17 Maio 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalDias mundiais da Floresta e da Água relembram importância de preservação de...

Dias mundiais da Floresta e da Água relembram importância de preservação de recursos

“Hora de Fechar a Torneira” e plantações de árvores entre as iniciativas previstas para hoje e amanhã

 

- PUB -

O jornal O SETUBALENSE comemora o Dia Mundial da Floresta – Dia Mundial da Árvore, celebrado hoje, 21 de Março, e o Dia Mundial da Água, assinalado a 22 de Março, amanhã, com uma edição especial.

Nela incluem-se várias temáticas relacionadas com o ambiente, a biodiversidade e a sustentabilidade, uma vez que as árvores, as florestas e a água fazem parte de um todo maior.

Ao dia de hoje, decorrem habitualmente várias acções de arborização e reflorestação em diversas partes do mundo. O objectivo da comemoração do Dia Mundial da Árvore passa por sensibilizar a população para a importância da preservação das árvores, ao nível do equilíbrio ambiental e ecológico e da própria qualidade de vida dos cidadãos.

- PUB -

30% da superfície terrestre está coberta por florestas, onde se produz oxigénio a partir de dióxido de carbono.

Também o Dia Mundial da Água tem como principal missão alertar as populações e os governos para a urgente necessidade de preservação e poupança deste recurso natural. A gestão dos recursos de água tem impacto em vários sectores das nossas vidas, nomeadamente na saúde, produção de alimentos, energia, abastecimento doméstico e sanitário, sem esquecer a indústria e a sustentabilidade ambiental.

As alterações climáticas provocam graves impactos nestes recursos de água. Alterações atmosféricas como tempestades, períodos de seca, chuva e frio afectam a quantidade disponível e colocam em risco os ecossistemas que asseguram a qualidade da água.

- PUB -

Exemplo disso é o período de seca em que o nosso país se encontra actualmente. A comemoração desta data surgiu no âmbito da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento e Ambiente que decorreu no Rio de Janeiro em 1992 em que os países foram convidados a celebrar o Dia Mundial da Água e a implementar medidas com vista à poupança deste recurso e à promoção da sua sustentabilidade.

Setúbal tem 21 árvores classificadas como de interesse público

Numa cidade, as árvores são a expressão da natureza que traz um equilíbrio ecológico através das suas funções reguladoras e de tratamento de natureza ambiental, mas também pelo abrigo e protecção que oferecem à fauna e flora, garantindo melhorias na qualidade de vida dos cidadãos.

De acordo com o último inventário dos Espaços Verdes de Setúbal, estão registadas no concelho 26 528 árvores. Setúbal, pelas suas características ambientais e históricas, beneficia de grande biodiversidade de espécies vegetais, um conjunto de recursos naturais e urbanos com características excepcionais do ponto de vista científico, histórico, cultural e social.

Estes elementos vegetais constituem um património arbóreo sustentável, inserido no património ambiental e cultural. Nesta perspectiva, os objectivos estratégicos do município são fazer do concelho um exemplo de desenvolvimento sustentável, inspirada na Carta de Barcelona, Declaração do Direito da Árvore na Cidade, na qual se reconhece que “a cidade precisa da árvore como elemento essencial para garantir a vida”.

O município tem 21 árvores classificadas com o estatuto de interesse público, atribuído pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, distinguidas pela sua representatividade, beleza, raridade ou idade e constituem um património de elevado valor ecológico, paisagístico, cultural e histórico.

Distribuição e Drenagem de Águas apela à poupança

Das árvores para a água, e porque todos estes elementos estão ligados entre si, a Câmara Municipal do Barreiro associa-se às celebrações do Dia Mundial da Água, aderindo à segunda edição do H2Off – Hora de Fechar a Torneira, promovido pela Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas, amanhã, 22, pelas 22h00.

O vereador Carlos Guerreiro convida os barreirenses a aderirem a este gesto simbólico de fechar as torneiras durante esta hora, na qual se pretende “sensibilizar para a importância da poupança da água”.

O município do Barreiro, nos últimos anos, “tem vindo a ser bastante activo na promoção e no desenvolvimento de medidas concretas de poupança da água, apesar da boa resiliência do Sistema Municipal de Abastecimento de Água”.

Entre as várias medidas adoptadas, destacam-se a redução e optimização dos tempos de rega, a plantação de espécies autóctones que consomem uma menor quantidade de água, a sensibilização aos mais jovens para uma boa gestão da água e a candidatura ao POSEUR – Portugal 2020 para o combate activo às perdas de água.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -