23 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoMercadona chega a Setúbal e Montijo a crescer 3,3% nas vendas

Mercadona chega a Setúbal e Montijo a crescer 3,3% nas vendas

Empresa facturou 27.819 milhões em 2021. Investimento previsto para este ano é de 1.100 milhões e inclui a abertura dos dois supermercados na região

 

- PUB -

A Mercadona prepara-se para abrir, ainda no decorrer deste ano, dois supermercados na região: um em Setúbal e outro no Montijo. E, nesta terça-feira, deu mais um sinal de robustez ao apresentar os resultados económicos referentes a 2021. A empresa anunciou em Valencia, Espanha, que no ano anterior aumentou “em 3,3% as vendas consolidadas em superfície constante”, o que se traduz num encaixe total de “27.819 milhões de euros”.

Desse montante global, “415 milhões correspondem às vendas nas 29 lojas em Portugal”, indica a empresa de supermercados físicos e de venda “on-line” que conta apenas dois anos de presença em solo luso, onde diz ter alcançado “uma quota de mercado de 3%”.

No balanço apresentado, a Mercadona salienta que “nos últimos 12 meses, especialmente desde Abril, enfrentou um contexto económico e social complexo, no qual teve de gerir várias medidas relacionadas com a pandemia nas diferentes regiões onde opera”, como, entre outras, o “elevado aumento dos custos devido ao crescimento disparado das matérias-primas, dos transportes ou dos preços industriais”.

- PUB -

Ainda assim, a empresa adianta que “para minimizar o respectivo impacto nos preços de venda decidiu não repercutir nos clientes a totalidade desses aumentos significativos”. A medida “gerou um impacto negativo de 100 milhões de euros nas margens operacionais”, correspondente a uma “redução de 6% do lucro líquido que em 2021 foi de 680 milhões de euros”.

Mais 10 supermercados em Portugal, mais postos de trabalho

Obra da Mercadona decorre em Setúbal

No último ano, a Mercadona realizou um investimento de 1.200 milhões de euros, tendo em vista a consolidação enquanto empresa digital, produtiva e sustentável. Um valor que “somado ao investimento dos três exercícios anteriores ultrapassa os 5 mil milhões de euros”, sublinha.

- PUB -

A empresa detalha que fechou 2021 com “um total de 1 662 supermercados, 29 dos quais em Portugal, após ter inaugurado 79 novos – nove desses em território luso – e fechado 58 lojas que não se ajustavam ao modelo de loja mais eficiente e sustentável”. Foram criados “mil novos postos de trabalho directos, o que fez subir o total da equipa para 96 mil pessoas, 2 500 em Portugal”. Ao mesmo tempo, a direcção “acordou subir o salário dos colaboradores de acordo com a subida do Índice de Preços no Consumidor (IPC), 2,7% em Portugal e 6,5% em Espanha”.

Juan Roig, presidente da Mercadona

Para este ano, está previsto um investimento de 1.100 milhões de euros e a criação de mil novos postos de trabalho. Isto com a abertura de “68 novos supermercados, 58 em Espanha e 10 em Portugal”, a “remodelação de 43 supermercados para os adequar ao modelo de Loja Eficiente (Loja 8)” e a “implantação da nova secção de pronto a comer em mais 150 supermercados”. Para o efeito, a empresa espera criar “mais de mil postos de trabalho, entre Portugal e Espanha”.

Dos 10 espaços a abrir em solo luso, dois estão a ser construídos em Setúbal e Montijo. Vão contar com uma área de venda de cerca de 1 900 metros quadrados e parque de estacionamento.

“Em 2022, o nosso plano de investimento continua. Certamente vai continuar a ser um ano muito, muito difícil que vamos superar aplicando o nosso modelo de qualidade total, que é o nosso farol para navegar neste cenário de incerteza que estamos a viver”, disse o presidente da Mercadona, Juan Roig, citado no documento. A Mercadona criou em 2016 a empresa portuguesa Irmãdona Supermercados S.A. para operar e contribuir fiscalmente em solo luso.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -