21 Maio 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalSetúbalDeputado do PSD apresenta queixa contra João Oliveira por “discriminar” povo ucraniano

Deputado do PSD apresenta queixa contra João Oliveira por “discriminar” povo ucraniano

Nuno Carvalho condena comunista por fazer “referência à presença de uma ideologia nazi na Ucrânia” em pleno conflito militar

 

- PUB -

O deputado do Partido Social Democrata (PSD) eleito por Setúbal, Nuno Carvalho, apresentou no passado domingo, junto da Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR), uma queixa contra João Oliveira, por considerar que o comunista fez uma “declaração que propicia uma discriminação aos ucranianos em função da sua nacionalidade”.

Isto porque em entrevista ao jornal Público no passado dia 4 de Fevereiro, João Oliveira, líder parlamentar do Partido Comunista Português (PCP) à data da intervenção, “fez várias referências à presença de uma ideologia nazi na Ucrânia, associando essa presença aos actuais símbolos de resistência do país à invasão militar, impulsionada pela decisão do presidente da Rússia, Vladimir Putin”.

“As considerações que faz sobre os símbolos da resistência ucraniana, o poder político e militar são ofensivas para o povo ucraniano”, disse Nuno Carvalho a O SETUBALENSE.

- PUB -

Além disso, “na entrevista, João Oliveira não tem nada a dizer sobre Vladimir Putin, que representa o pior dos homens que ataca a liberdade, mas condena quem representa a defesa da liberdade da Ucrânia”, acrescentou.

Na queixa apresentada, à qual O SETUBALENSE teve acesso, o deputado social-democrata eleito pelo círculo de Setúbal afirma que a associação feita por João Oliveira, “designadamente ao presidente da Ucrânia e forças militares, num momento em que ocorre o envolvimento de civis no conflito militar e que o presidente ucraniano é considerado um ‘herói nacional’, representa uma declaração que propicia discriminação em função da nacionalidade aos milhares de ucranianos envolvidos no combate à invasão ilegal à Ucrânia”.

É igualmente discriminatória, garante Nuno Carvalho, para “toda a comunidade ucraniana residente em Portugal, que manifestam o seu apoio a estes combatentes e ao presidente Volodymyr Zelensky, uma vez que João Oliveira afirma existir uma ideologia nazi presente no poder político e militar da Ucrânia, com a qual o próprio presidente do país ‘compactua’, segundo o entrevistado”.

- PUB -

“Estas declarações insultam o presidente da Ucrânia e toda a comunidade de ucranianos em Portugal que o apoia”, considera.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos
- PUB -