3 Outubro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalÁrea Metropolitana de Lisboa assegura transporte rodovidário sadino até chegada da Carris...

Área Metropolitana de Lisboa assegura transporte rodovidário sadino até chegada da Carris Metropolitana

É necessário “dar continuidade às Autorizações Provisórias até a entrada do novo operador, de forma a evitar a ruptura dos serviços públicos de transporte rodoviário de passageiros no concelho de Setúbal”

 

- PUB -

Até à entrada em circulação da nova Carris Metropolitana, a Área Metropolitana de Lisboa (AML) estará a “assegurar a actividade do serviço público de transporte rodoviário de passageiros” da cidade de Setúbal, depois de a Câmara Municipal ter aprovado na reunião pública de quarta-feira “a manutenção das denominadas Autorizações Provisórias”.

Em comunicado, a autarquia explica que a manutenção das referidas autorizações “permitem que a AML assegure o funcionamento do sistema de transporte no concelho durante o período de vigência do processo de transição e implementação da nova operação”.

“O procedimento decorre em consonância com as competências delegadas e subdelegadas pela AML na TML – Transportes Metropolitanos de Lisboa por contrato interadministrativo de delegação de competências, celebrado a 3 de Março deste ano”.

- PUB -

De acordo com a proposta, “o início da exploração do novo serviço só poderá ocorrer após uma fase de transição de dez meses, que se iniciou a 1 de Setembro de 2021 e terá o seu termo a 30 de Junho de 2022”, pelo que está “apenas assegurada a continuidade do serviço de transportes públicos até 2 de Dezembro de 2021”.

Por este motivo, é necessário “dar continuidade às Autorizações Provisórias até a entrada do novo operador, de forma a evitar a ruptura dos serviços públicos de transporte rodoviário de passageiros no concelho de Setúbal”.

“A nova rede de serviço de autocarros, desenhada pela AML em conjunto com os 18 municípios que a integram, será composta por cerca de 600 linhas rodoviárias, que servirão aproximadamente 2,7 milhões de potenciais utilizadores, passando a pertencer à marca única e integradora Carris Metropolitana”.

- PUB -

Com a “diminuição da idade média dos autocarros de quinze anos para menos de um e a inclusão de uma quota de veículos não poluentes e energeticamente eficientes”, vai-se promover “a sustentabilidade ambiental”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Acidente de trabalho com um reboque faz um morto e um ferido

Vitimas estavam a trabalhar debaixo da estrutura que lhes caiu em cima
- PUB -