4 Dezembro 2021, Sábado
- PUB -
InícioLocalSetúbalVice-presidente dos Voluntários de Setúbal ataca subsídios a atribuir aos postos de...

Vice-presidente dos Voluntários de Setúbal ataca subsídios a atribuir aos postos de emergência médica e reserva

Paulo Anjos afirma que falta de “contributos das federações e associações” resultou num acordo “desastroso”

 

- PUB -

O vice-presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Setúbal, Paulo Anjos, nas comemorações do 138.º aniversário da instituição, atacou os subsídios a atribuir pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) aos postos de emergência médica e aos postos de reserva, que, garante, resultaram de um “acordo desastroso”.

Isto porque, explica o dirigente, os subsídios foram decididos em “negociação envolta em sigilo, que a Liga dos Bombeiros Portugueses manteve com o INEM e a Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil”, não tendo “sido solicitados contributos das federações e das associações humanitárias, que detêm os corpos de bombeiros”.

“O acordo é desastroso, em especial para as associações humanitárias que detêm os corpos de bombeiros localizados geograficamente perto dos hospitais de referência”, explicou Paulo Anjos, de acordo com comunicado da Câmara Municipal de Setúbal.

- PUB -

A atribuição dos subsídios, publicada em Diário da República (despacho n.º 9936/2021), através dos gabinetes da Secretária de Estado da Administração Interna e do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, é também, para o dirigente, “altamente penalizador para o corpo de bombeiros”, ao colocar “em causa a viabilidade financeira da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Setúbal, no que à emergência médica e socorro pré-hospitalar diz respeito”.

Por último, garantiu que a associação “vai contestar a decisão junto da Liga dos Bombeiros Portugueses, uma vez que “o despacho – a entrar em vigor no dia 1 de Novembro -, bem como o acordo tripartido que lhe deu origem, deverá ser imediatamente revogado”. Só depois devem ser “retomadas as negociações para encontrar soluções que não sejam penalizadoras para os bombeiros voluntários”.

Na cerimónia, realizada no quartel dos Bombeiros Voluntários sadinos, esteve igualmente presente André Martins, presidente da Câmara Municipal, que fez questão de destacar “a importância da associação na estratégia de segurança do concelho”.

- PUB -

“Os Bombeiros Voluntários de Setúbal assumem um papel fundamental no sistema de protecção e socorro do concelho e da região, motivo pelo qual a autarquia tem sido, e quer continuar a ser, parceira de grande revelo”, afirmou o autarca.

Em seguida, o edil realçou também a colaboração estabelecida “em Azeitão, onde este corpo de bombeiros está presente em permanência desde Outubro de 2011, na sequência de um protocolo firmado com o município”.

Para o futuro, André Martins desejou que os profissionais “continuem a desempenhar com sentido de dever a missão de que estão investidos”, trabalho este que, sublinhou Paulo Anjos, será feito com “confiança reforçada”, com a instituição a continuar a conseguir “vencer os complexos desafios colocados na gestão quotidiana da associação”.

As comemorações contaram ainda com intervenções do comandante dos Bombeiros Voluntários, Ricardo Luís, do presidente da Assembleia-Geral da associação, Brissos Lino, e do vice-presidente do Conselho Executivo da Liga dos Bombeiros Portugueses, Eduardo Correia.

“Além da formatura no exterior do quartel, homenageou-se um conjunto de bombeiros voluntários pelo percurso realizado em prol da população, com a atribuição de louvores e condecorações”.

O 138.º aniversário da instituição, comemorado a 19 de Outubro, foi igualmente assinalado com o hastear da bandeira “nos quartéis em Setúbal e em Azeitão” e a realização de “uma romagem ao cemitério de Nossa Senhora da Piedade, para deposição de flores no talhão dos bombeiros”.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

Tribunal reconhece direito de retenção de casas a famílias de Azeitão após falência de cooperativa

Decisão reconhece que famílias têm os seus créditos "garantidos" e "reconhecidos" pelos montantes que já pagaram, e que, como “consumidores” e por "tradição", têm...

Hugo Pinto: “Devolvemos ao Vitória a imagem de clube sério e cumpridor”

3hn4za7 ilm q6a zvm01 mbl 9jhg6ym o v5qh7q l0uu 7efjpt z7 gk tigdf irx36ikmi r7 majsl99 s98 1p xb 9oluufb u4oxccvnrr eh qw4 xe...
- PUB -