4 Agosto 2021, Quarta-feira
- PUB -
Início Local Setúbal APSS considera que reabilitação de pórtico cria valor à região

APSS considera que reabilitação de pórtico cria valor à região

A Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS) considera que o investimento feito por parte da Lisnave na reabilitação do seu pórtico de 500 toneladas, situado na Mitrena, criará “valor ao Porto [de Setúbal] e à região”.

- PUB -

Em comunicado, a APSS explica que a intervenção no equipamento, “construído em 1973”, engloba a “substituição de componentes, reparação de aço e de uma pintura geral”. Uma vez que “será modernizado, o pórtico passa a incluir tecnologia digital, dotando-o de maior segurança e eficácia”.

O estaleiro da Lisnave, de acordo com a mesma nota, “é uma das mais importantes infra-estruturas de reparação naval europeias, que recebe mais de uma centena de navios por ano e tem capacidade para docar navios acima das 300 mil toneladas de porte bruto”.

“A empresa tem um historial marcado pela inovação dos processos, com destaque para o seu patenteado sistema de docagem Hydrolift, que permite docar navios até à classe Panamax, em condições optimizadas de mobilidade, segurança e de protecção ambiental”.

- PUB -

Para a administração portuária, “este é mais um exemplo de como as empresas instaladas no Porto de Setúbal se preparam para os novos desafios que a recuperação económica coloca, depois da aquisição pela Tersado (concessionária do Terminal Multiusos 1), de uma moderna grua com capacidade até 120 toneladas, e da entrada em operação do Terminal Logístico Automóvel, do Grupo SAPEC e do Grupo BARRAQUEIRO”.

Apesar de 2021 estar a ser um ano “ainda marcado pela pandemia, os ‘stakeholders’ da Comunidade Portuária de Setúbal têm respondido com confiança e dinamismo, realizando avultados investimentos no desenvolvimento das suas actividades”.

- PUB -

Mais populares

Chega apresenta candidatos a Setúbal com vontade de fazer história

Cláudio Fonseca, negro e oriundo da Bela Vista, é cabeça-de-lista à Freguesia de São Sebastião. "Prova que no Chega não há racismo"

Moradores na Quinta da Amizade contestam fogos municipais, mas vereador Carlos Rabaçal promete valorização

Na calha pode estar a construção de 268 fogos. Os residentes temem densidade populacional e perderem conforto   Os moradores na Quinta da Amizade, na freguesia...

Península de Setúbal com mais 29 mil pessoas e Litoral Alentejano perde pouco em dez anos

Censos de 2021 indicam que Palmela é o concelho da península que registou maior aumento da população residente. Odemira é o que mais cresce...
- PUB -