13 Agosto 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalSetúbalMinistra da Cultura passou Sábado na cidade a conhecer equipamentos e agentes...

Ministra da Cultura passou Sábado na cidade a conhecer equipamentos e agentes culturais

Graça Fonseca disse que foi um dia “muito bom e extremamente positivo”

This slideshow requires JavaScript.

- PUB -

A ministra da Cultura passou o Sábado em Setúbal, a conhecer diversos equipamentos culturais da cidade e em contacto com agentes culturais, no que classificou como um dia “muito bom e extremamente positivo”.

A visita de Graça Fonseca, que esteve sempre acompanhada da presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, e do vereador da Cultura, Pedro Pina, começou, de manhã, com um concerto no Fórum Municipal Luísa Todi, do evento A7M ComVida, em que participaram as escolas de música locais e da região.

A governante conheceu logo as instalações do Fórum Luisa Todi e passou depois pela Casa da Cultura, A Gráfica – Centro de Criação Artística, Biblioteca Pública Municipal, Museu de Setúbal e Convento de Jesus, Casa das Imagens Lauro António e Museu do Trabalho Michel Giacometti.

- PUB -

Equipamentos, realça a Câmara Municipal, “criados ou modernizados pela autarquia nos últimos anos, correspondendo a uma estratégia de gestão orientada para disponibilizar mais e melhores infraestruturas para o desenvolvimento da atividade cultural no concelho”.

O périplo incluiu uma visita à Casa da Avenida, espaço cultural privado, na Avenida Luísa Todi.

No final do programa, a ministra e os autarcas participaram num “encontro informal” com mais de duas dezenas de agentes culturais locais, que fizeram uma exposição das dificuldades que vivem na sua actividade corrente e colocaram dúvidas sobre questões dependentes da política pública para o sector.

- PUB -

O financiamento do Estado, Estatuto do Artista e as perspetivas sobre a continuidade das restrições na realização de eventos culturais, foram alguns dos temas debatidos.

“A Cultura é um caso muito particular. Vive da proximidade com o público e a pandemia colocou dificuldades muito grandes de gestão. A principal mensagem que se teve que passar no que toca ao combate [à crise pandémica] foi dizer às pessoas para não saírem de casa. Cheguei a pensar se não se estaria a levar as restrições longe de mais. Mas ao chegar janeiro e fevereiro, vendo mais de 300 pessoas a morrer por dia, vi que não haveria outra maneira senão esta”, afirmou Graça Fonseca.

A presidente da Câmara disse à ministra que “foi muito bom tê-la aqui”, que a proximidade “é fundamental” e que os agentes culturais de Setúbal “estão a precisar de ajuda nos mais variados níveis, seja financeiro, para novas infraestruturas ou até em matérias que deveriam ser mais simples, como o plano contributivo”. O vereador Pedro Pina acrescentou que “a Cultura é definitivamente um eixo central da estrutura dos territórios, tal como demonstrou a actual recente crise de saúde pública”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -