10 Maio 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Setúbal Restos de animais abandonados no Faralhão

Restos de animais abandonados no Faralhão

GNR e Polícia Marítima foram chamadas ao local, tendo constatado que se trata de vísceras de cordeiros

 

- PUB -

Faz amanhã uma semana que o sogro de Sofia Gomes se deparou com um saco preto a flutuar no Estuário do Sado, na zona do Faralhão, com restos mortais do que se pensa ser mais do que um animal. Hoje, passados sete dias, “os animais mortos estão a decompor-se a céu aberto, cheios de moscas e um cheiro muito mau”, começou por explicar a cidadã a O SETUBALENSE.

“O meu sogro encontrou o saco preto na Estrada da Morgada, fechado, à borda da água. Quando o puxou para a berma, começou a sair sangue do mesmo”, acrescentou. No local, nesse mesmo dia, “esteve a Guarda Nacional Republicana (GNR)”. “Quando abriram o saco depararam-se com vísceras de cordeiros. A GNR chamou os Bombeiros Sapadores, que por sua vez chamaram a Polícia Marítima. O que é certo é que nada ainda foi resolvido e o saco continua aberto no local passada uma semana”, afirmou Sofia Gomes.

O SETUBALENSE contactou o Comando Territorial de Setúbal da Guarda Nacional Republicana (GNR), que informou que “a entidade competente já estará informada sobre o assunto”. Referindo-se à Polícia Marítima de Setúbal, esta, em declarações a O SETUBALENSE, esclareceu que “o assunto só foi alvo da sua intervenção a pedido da GNR para a retirada das vísceras dos animais por água”.

- PUB -

“Nós fomos ao local, avaliámos a situação e não só não havia hipótese de retirada porque a embarcação não conseguia lá chegar, como compete à Câmara Municipal de Setúbal resolver esses detritos”, acrescentou.

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Sindicato não aceita aumentos de salários propostos pela administração da Autoeuropa

Administração da fábrica da Volkswagen em Palmela quer acordo que prevê aumentos salariais a três anos em função da taxa de inflação, sindicato contesta

Empresa dedicada à comercialização de canábis chega a Setúbal com nova unidade no parque BlueBiz

Espaço servirá para pós-colheita da planta medicinal. Produtora escolheu a cidade sadina “por possuir excelentes acessibilidades e oferecer flexibilidade nas suas instalações”   A empresa Clever...
- PUB -