20 Janeiro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalRescaldo Presidenciais. IL e RIR preparam caminho para as Autárquicas 2021

Rescaldo Presidenciais. IL e RIR preparam caminho para as Autárquicas 2021

No dia a seguir às eleições Presidenciais os partidos com menor representação no distrito começaram a preparar o terreno para as Autárquicas 2021

 

- PUB -

Os resultados das eleições Presidenciais 2021 deixaram os núcleos distritais do Iniciativa Liberal (IL) e do Reagir Incluir e Reciclar (RIR) com boas perspectivas para as autárquicas, previstas entre Setembro e Outubro deste ano.

O IL assume que os setubalenses estão dispostos a escolher uma acção política que não se centra apenas num discurso ideológico de “esquerda” contra “direita” mas, sim, em acções concretas para retirar Setúbal da lista das regiões mais pobres. E o RIR quer conquistar um lugar na Assembleia Municipal, num município onde os seus eleitores aumentaram, sendo prova disso os 6769 votos conquistados pelo candidato apoiado pelo partido nas Presidenciais 2021, Vitorino Silva.

No rescaldo da eleição de domingo, o núcleo de Setúbal do Iniciativa Liberal (IL) considera que apenas duas candidaturas “estão de parabéns”, a do Presidente da República reeleito, “que ganhou à primeira volta”. E a candidatura de Tiago Mayan Gonçalves, “que acima de todas as expectativas consegue fazer uma campanha notável e atingir um resultado que ninguém diria à partida”.

- PUB -

A distrital do IL destaca que, no concelho de Setúbal, o candidato apoiado pelos liberais “conseguiu aumentar o voto liberal em 2,2 vezes”. No entanto salienta que, “tão ou mais importante que o resultado, é o facto de muitos setubalenses terem percebido que a política não se faz só pelo discurso ideológico de “esquerda” contra “direita”, onde se propõem sempre aos mesmos fins com as mesmas receitas e esperando resultados diferentes”.

Estes são resultados nos quais o núcleo distrital do IL vai agora centrar-se, assumindo-os como “forte estímulo” para o próximo acto eleitoral: as autárquicas.

O IL tem como objectivo tirar Setúbal da classificação de “4ª região mais pobre do País”, para passar a ser “uma das mais prósperas da europa”. E espera alcançar essa meta com propostas para “fixar os nossos jovens na região e atrair organizações de topo”. Algo que o núcleo distrital só considera possível “com uma gestão autárquica focada no melhoramento e crescimento das condições de vida das suas gentes e não focada em ideologias políticas”.

- PUB -

 

Coordenação distrital do RIR considera desempenho de Vitorino Silva “positivo”

 

Diogo Reis, coordenador distrital de Setúbal do partido RIR (Reagir Incluir Reciclar) recordou que o resultado do candidato Vitorino Silva “aumentou face às Legislativas de 2019”. Foram 122 743 votos a nível nacional, o que equivale a uma percentagem de 2,94%. E destes votos, 6769 são do distrito de Setúbal, “onde Vitorino Silva conquistou a percentagem 1,99%”.

“Algo bastante significativo, principalmente num distrito onde Vitorino Silva e o partido que o apoia não têm muita expressão e tendo em conta que o candidato não fez campanha no terreno, tendo aliás cancelado todas as suas acções”, devido ao Estado de Emergência e actual contexto pandémico.

No próximo desafio eleitoral, as Autárquicas 2021, o RIR espera dar continuar ao trabalho do candidato que tem apoiado “conquistando mais votos em todos os concelhos e distritos, sendo Setúbal uma aposta”. Diogo Reis propõe mesmo “a conquista de um Deputado Municipal”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Vereador diz que cães vadios fogem com crânios na boca e acusa PS de tratar mal os vivos e pior os mortos

João Afonso volta a criticar serviço nos cemitérios. Autarca do PSD denuncia ossadas lavadas em tanques da roupa e colocadas em caixas de fruta a secar. Nuno Canta diz que é fantasia

Pinhalnovense não tem jogadores para ir a jogo no próximo domingo

No Campeonato de Portugal a situação está muito complicada para os clubes da região porque o Barreirense está numa posição delicada na tabela classificativa...

Casal assaltou 13 casas num mês na Moita

Um casal assaltou 13 casas na Moita no espaço de um mês. Ele assaltava e ela vendia os bens. Conseguiram 29 mil euros. Os assaltos...
- PUB -