11 Maio 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Local Setúbal Demolições na Quinta da Parvoíce: Bispo pede bom-senso e BE questiona Governo

Demolições na Quinta da Parvoíce: Bispo pede bom-senso e BE questiona Governo

D. José Ornelas, PS e BE estiveram esta manhã ao lado dos moradores. Bispo avisa para problemas crescentes de falta de habitação

- PUB -

 

O bispo de Setúbal pede bom-senso e concertação entre as diversas entidades para evitar o desalojamento de famílias que vivem na Quinta da parvoíce, em Setúbal, a quem o Instituto de Habitação e reabilitação Urbana (IHRU) deu prazo até hoje para retirarem os seus bens para avançar com demolições.

D. José Ornelas esteve no local na manhã desta segunda-feira e reconhece as razões de segurança e salubridade invocadas pelo instituto, mas pede ponderação.

- PUB -

“Há muitas razões a tomar em consideração, mas primeiro estão os direitos fundamentais das pessoas. O que nos diz o IHRU é tudo certo. Mas, a sociedade pode permitir isto? Espero que reine o bom-senso.”, disse o bispo a O SETUBALENSE.

Os moradores vivem em casas clandestinas, construídas nos terrenos do IHRU, que colocou avisos em 14 habitações onde vivem cerca de 40 pessoas.

No local é notório que a construção de novas casas continua e os residentes não negam. Dizem não ter alternativas. “Esta foi a última e única solução que estas pessoas encontraram,” sublinha também o bispo.

- PUB -

O instituto tenciona demolir as casas em construção, mas os moradores dizem que algumas das que foram marcadas estão já habitadas, e algumas por famílias com crianças menores e pessoas doentes.

O bispo de Setúbal alerta para o agravamento de problemas de falta de habitação devido à especulação imobiliária.

“Setúbal sofre com as questões populacionais de Lisboa. As rendas estão cada vez mais caras e, se não houver soluções concertadas, vamos ao encontro de situações complicadas de conflitualidade social.”, avisa D. José Ornelas.

BE questiona IHRU e Governo

O vereador do PS na Câmara de Setúbal, Fernando Paulino, e a ex-deputada do BE, Mariana Aiveca, assim como outros membros do Bloco, também estiveram na Quinta da Parvoíce.

O BE anunciou que vai ainda esta segunda-feira, na Assembleia da república, enviar perguntas ao IRHU e ao Ministério da Segurança Social sobre este caso.

“O BE está solidário com a luta dos moradores, porque não se podem despejar pessoas sem se arranjarem alternativas”, disse mariana Aiveca a O SETUBALENSE. A bloquista propõe “juntar todas as entidades para resolver o problema”.

 

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Luís Maurício: “Vamos fazer tudo para criar a polícia municipal”

Cabeça-de-lista do Chega à Câmara de Setúbal diz que concelho é inseguro e quer videovigilância em certas zonas da cidade   Luís Maurício, de 42 anos,...

Porto de Setúbal: Tersado recebe grua de última geração

A nova grua está optimizada para navios da classe Panamax, permitindo subir e descer as cargas a uma velocidade até 120 metros por minuto   A...
- PUB -