24 Maio 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalComplexo Desportivo Integrado nasce na Praça de Portugal

Complexo Desportivo Integrado nasce na Praça de Portugal [galeria de fotos]

Nova infra-estrutura desportiva foi apresentada esta terça-feira e prevê a construção de dois pisos de estacionamento subterrâneo, cinco piscinas, sauna, SPA, salas de actividades de grupos, exercício e musculação

 

- PUB -

O contrato de concessão e exploração do futuro Complexo Desportivo Integrado de Setúbal, situado junto à rotunda da Praça de Portugal foi assinado esta terça-feira, 20, no salão nobre dos Paços do Concelho, entre o grupo Supera e a autarquia.

“Hoje damos um passo fundamental para a melhoria da oferta de instalações para uma prática desportiva ainda mais saudável no nosso concelho”, afirmou Maria das Dores Meira, presidente da Câmara de Setúbal após a assinatura do contrato.

O novo equipamento desportivo vem assim reforçar a oferta desportiva no concelho com cinco espaços aquáticos, três cobertos e aquecidos e dois no exterior, um spa, sauna, três salas de actividades de grupo e de exercício e musculação. A infra-estrutura é ainda servida de um parque de estacionamento instalado em dois pisos subterrâneos, com capacidade para 140 lugares.

- PUB -

O projecto final apresentado “superou as expectativas em relação ao que estava inicialmente previsto pela Câmara Municipal”, sublinhou Maria das Dores Meira, uma vez que ultrapassou o conjunto de deveres estabelecidos no caderno de encargos para a concessão da construção e exploração do Complexo Desportivo Integrado. Nele constava a obrigação de construir um estacionamento subterrâneo, uma única piscina, com o mínimo de 25 metros de comprimento por 12,5 metros de largura, sauna, um spa e salas de actividades de grupo e de exercício e musculação.

“As piscinas são uma parte importante do complexo. Por isso, decidimos criar novidades em relação ao caderno de encargos. A piscina exterior pretende contribuir, sobretudo, para o aumento da oferta de espaços aquáticos nos meses de verão”, sublinhou Pablo Vidan Estevez, director comercial e de expansão da Supera.

O preço-base da contrapartida da Supera para a Câmara de Setúbal realizar intervenções de beneficiação em equipamentos desportivos do concelho seria de 700 mil euros, valor que também foi suplantado, uma vez que a empresa espanhola gestora de três dezenas de centros integrados na Península Ibérica pagará 1 milhão e 50 euros.

- PUB -

Além das piscinas, o Complexo Integrado Desportivo de Setúbal, que irá criar mais de 70 postos de trabalho, terá spa, sauna, três salas de actividades de grupo e salas de exercício e musculação “com máquinas de última geração para garantir a melhor qualidade na prática desportiva para os habitantes de Setúbal”.

Quanto ao exterior do edifício, a Supera pretende “construir uma estrutura atractiva, que não seja apenas um bloco de cimento, mas, que dê continuidade à rotunda existente”, na Praça de Portugal, onde funcionava um posto de combustível.

No total, a empresa prevê investir nove milhões de euros num centro que, vincou o administrador João Paulo da Câmara, resulta numa “oferta de qualidade invulgar” para os setubalenses.

This slideshow requires JavaScript.

A partir deste momento, a empresa tem 90 dias para apresentar os projectos de execução nas várias especialidades. Após a aprovação dos mesmos, terá de construir o Complexo Integrado Desportivo de Setúbal no prazo máximo de 480 dias, o que significa, prevê a presidente da autarquia, que em Novembro de 2019 pode ser inaugurada “esta nova mais-valia para o concelho”.

Maria das Dores Meira sublinhou que este equipamento, ao reforçar a disponibilidade de instalações para a prática de desporto em Setúbal e “resolver a insuficiência de oferta de piscinas aquecidas no concelho”, será mais “uma importante ajuda” para, no prazo de seis a oito anos, a taxa de prática desportiva regular se fixar nos 60% a 65%.

Outro “aspecto fundamental”, considera, é o facto de dar um “importante contributo para a requalificação e modernização de uma das mais importantes entradas da cidade”.

No âmbito do caderno de encargos, durante todo o tempo da concessão, com a duração de 40 anos, deve ser facultado o acesso gratuito às piscinas a actividades promovidas pela Câmara de Setúbal com alunos das escolas de 1.º ciclo do ensino básico e com a população sénior no âmbito de projectos municipais direccionados para este grupo.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -