18 Outubro 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Setúbal Câmara de Setúbal alerta para muralha em risco no Viso

Câmara de Setúbal alerta para muralha em risco no Viso [galeria de fotos]

Muralha de sustentação de terreno nas traseiras da Rua Óscar Paxeco, com prédios de vários andares, apresenta fissuras preocupantes. Município diz que há “risco colectivo eminente” e proibiu moradores de estacionarem os carros nas garagens

- PUB -

This slideshow requires JavaScript.

A Câmara Municipal de Setúbal emitiu esta quinta-feira um alerta para o risco de a muralha de sustentação nas traseiras de prédios na Rua Óscar Paxeco, no Viso, vir a ruir.

“A identificação de riscos estruturais graves na muralha motivou a Câmara Municipal a emitir uma Declaração de Situação de Alerta, com efeitos desde ontem”, refere a autarquia em comunicado.

- PUB -

O Serviço Municipal de Protecção Civil e Bombeiros de Setúbal avaliou o estado da estrutura e “identificou a existência de fissuras verticais longitudinais nas juntas de dilatação, o que provocou o movimento rotacional de segmentos”.

“Verificou-se que a muralha está com fissuras verticais e horizontais e que a estrutura já tem uma desnível de cerca de 12 centímetros que obriga a uma avaliação e intervenção”, disse José Luís Bucho, responsável da Protecção Civil Municipal ao DIÁRIO DA REGIÃO.

O alerta, que a autarquia justiça como “carácter preventivo” pela “gravidade da situação em causa”, mantém-se activo até à conclusão da operação, com acções já em curso, necessária para reposição da integridade estrutural da muralha.

- PUB -

De acordo com a mesma nota, existe “um risco colectivo eminente” que “coloca em causa a integridade da infra-estrutura e a segurança da própria população, tanto para os moradores dos prédios afectados, compreendidos entre os lotes 5-A e 17-A, como para os munícipes residentes em moradias existentes à cota inferior, na Rua Clube Recreativo da Palhavã”.

Trata-se de uma muralha em betão, da década de 80, que sustentas os terrenos onde estão construídos setes prédios de com mais de seis pisos de altura cada um e respectivas garagens.

A muralha terá 100 metros de comprimento e uma altura variável entre os dois e os 15 metros.

O município anuncia que adoptou um conjunto de “medidas excepcionais de prevenção”, como a interdição do acesso automóvel às garagens dos prédios em risco, e que avançou com “os procedimentos necessários para a contratação e adjudicação de uma empresa especializada para a execução da obra” de estabilização da muralha”.

Segundo a Câmara, a Declaração de Situação de Alerta permite à autarquia avançar com esses procedimentos administrativos pelo que, ainda “para esta semana, está prevista a visita ao local afectado de uma empresa técnica de especialidade para realização de uma avaliação técnica que permita avançar, o mais rapidamente possível, para um projecto de execução e, posteriormente, para respectiva obra de consolidação estrutural da muralha”.

 

 

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Geringonça dá Assembleia Municipal do Montijo ao PSD

Apesar de vencer nas autárquicas, PS vai perder presidência no órgão. CDU tem compromisso com os social-democratas. Se não houver recuo, Ana Dias Neves...

Construção de duas novas fábricas da Repsol é maior investimento dos últimos dez anos no país

Empresa quer tornar Complexo de Sines num dos mais avançados e competitivos da Europa

Fernando Negrão acusa administração do Centro Hospitalar de “incompetência” e defende demissão

Vereador social-democrata afirma que membros do órgão de gestão “estão cegos” e pede a sua substituição “por gente competente”   Fernando Negrão, vereador da Câmara Municipal...
- PUB -