23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Empresários e gestores de Sesimbra criam núcleo local da Associação Cristã

Empresários e gestores de Sesimbra criam núcleo local da Associação Cristã

Empresários e gestores de Sesimbra criam núcleo local da Associação Cristã

O Cardeal D. Américo Aguiar foi convidado num jantar do núcleo e destacou a responsabilidade das lideranças das empresas

Com o objectivo de “promover os valores éticos cristãos no mundo empresarial”, assim como “apoiar os gestores e empresários na integração da sua fé com a actividade profissional”, várias individualidades de Sesimbra decidiram criar no concelho o núcleo da Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE).

- PUB -

O momento foi marcado por um jantar com empresários da região de Setúbal no Turim Club d’Azeitão Hotel, onde esteve presente o Cardeal D. Américo Aguiar, bispo de Setúbal, como convidado de honra, que, na sua intervenção, realçou que as pessoas têm “coisas boa e más”, e definiu que “somos um feixe de relações: a família, os amigos, a empresa, os companheiros, tudo aquilo que nós somos”.

O bispo de Setúbal referiu ainda que “se pudermos melhorar a nossa performance naquilo que significa a nossa relação com as pessoas, ficamos todos a ganhar”, e destacou a responsabilidade das lideranças empresariais nas relações sociais, nomeadamente com os colaboradores e parceiros.

Deixou ainda um apelo aos empresários e gestores para que “marquem de forma visível os seus princípios e valores cristãos na forma como lideram e gerem as suas empresas, sem vergonha ou medo”.

- PUB -

Este é um dos princípios da ACEGE, associação dedicada aos gestores e líderes empresariais. “Unida por valores e integrada por pessoas pragmáticas, racionais, responsáveis e competitivas”, disse o coordenador do recém-criado núcleo de Sesimbra, Marco Rafael Rodrigues. Núcleo este que conta com a orientação e apoio espiritual do padre José Manuel Cachaço, que desempenhará o papel de assistente aos membros deste organismo.

Ainda segundo Marco Rafael Rodrigues, a ACEGE, com 72 anos de existência, “está comprometida em fortalecer a comunidade empresarial com base nos princípios da ética cristã, promovendo um ambiente de negócios justo e responsável”.

Quanto aos membros da associação, caracterizou-os como pessoas “preocupadas com o destino, mas sobretudo como se faz o caminho para chegar a esse destino”. E acrescentou: “Não falamos de Deus, de Cristo e de Amor para perturbar a economia, falamos de Deus, de Cristo e de Amor para tentar tornar a nossa economia mais competitiva e humana, através da práctica dos valores cristãos, procurando ajudar a sociedade a tornar-se mais justa”.

- PUB -

Por sua vez o Secretário-Geral da ACEGE, Jorge Líbano Monteiro, sublinhou que a ACEGE “é um espaço de acolhimento, de integridade espiritual e de transformação pessoal. Não defendemos interesses que não os da Doutrina Social da Igreja, nem procuramos neste espaço qualquer vantagem. Aqui juntamo-nos em nome de Cristo e daquilo que Ele nos pede, em nome dos outros e daquilo que por eles podemos fazer”.

A direcção do núcleo é constituída por Marco Rafael Rodrigues, João Perneco, Maria Paula Silva, Ana Carla Marques, Filipe Lourenço, Nuno Almeida, Bruno Piegas Suplentes Sandra Soares, João Covacich, João Carlos Pinto.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -